Casal morre asfixiado após acender churrasqueira no quarto para amenizar o frio

PUBLICIDADE

Ao chegar ao local, os militares encontraram Edwin caído no chão e a esposa deitada na cama.

Um casal de Nova Ponte, na região do Alto Paranaíba, em Minas Gerais, morreu após colocar uma churrasqueira acesa no quarto para amenizar o frio durante a madrugada de ontem (19). Os corpos de Edwin Luisi Medeiros Silva, 40, e Silvana Vieira da Silva, 39, foram encontrados pela filha de 14 anos. A polícia investiga se as mortes foram causadas por asfixia pela fumaça.

Conforme o relato da adolescente à Polícia Militar, ela tentou acordar os pais diversas vezes, sem sucesso. Ao chegar ao local, os militares encontraram Edwin caído no chão e a esposa deitada na cama.

Socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tentaram reanimar o casal. No quarto, havia uma churrasqueira com brasa acesa sobre uma mesa de metal. A porta e a janela estavam fechadas.

PUBLICIDADE

Fumaça e cheiro forte

Além da menina, estava na casa o irmão mais novo dela, de 9 anos. Ela contou à PM que as vítimas foram deitar por volta das 23h e, uma hora depois, ela e o irmão ouviram um barulho forte, como se alguém houvesse caído no chão.

O garoto acordou por volta das 3h com dores de cabeça e a adolescente o medicou. Logo em seguida, ela tentou chamar os pais, que não responderam às batidas na porta. Após conseguir entrar pela janela do quarto deles, a filha os encontrou desacordados. Foi então que ela chamou a polícia.

Segundo a ocorrência policial, a casa estava tomada por um cheiro forte e muita fumaça. No quarto dos filhos do casal, havia também uma bandeja com brasas de churrasqueira acesas. A garota contou que os pais acenderam a churrasqueira e fecharam portas e janelas para amenizar o frio durante a noite.

Já que inalaram fumaça, os irmãos foram encaminhados ao hospital para checar uma possível intoxicação por dióxido de carbono.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP