Casal que usava a filha para furtar bichinhos de pelúcia é alvo de operação

De acordo com a operação, os suspeitos só foram descobertos porque as máquinas de ursinhos de pelúcia possuem câmeras de segurança.

Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) de Curitiba (PR), saíram às ruas, na manhã de terça-feira (25), para cumprir mandados de busca e apreensão contra um casal, que mora em um apartamento no centro de Curitiba, responsável por cometer furtos de ursinhos de pelúcia.

Além dos crimes, os suspeitos ainda usavam a filha pequena na prática delituosa, segundo a polícia. De acordo com a operação, os suspeitos só foram descobertos porque as máquinas de ursinhos de pelúcia possuem câmeras de segurança e as gravações foram fundamentais para a identificação dos envolvidos.

Conforme a polícia, o casal fazia a revenda do material furtado uma página nas redes sociais. Os investigadores chegaram até o imóvel, na Rua Paulo Gomes, onde recuperaram cerca de 500 ursinhos levados pelos suspeitos. O homem, conforme a polícia, é funcionário público.

“Ele[suspeito] utilizava de uma criança, colocando ela embaixo do equipamento pra subtrair os ursinhos. Em uma única jogada, conseguia tirar até 30 ursinhos nessa jogatina. A prática vem acontecendo desde janeiro e, na manhã de hoje, fizemos uma operação para recolher todos esses materiais. Ele é empregado público de uma grande estatal e que, infelizmente, se dedica a esses atos.”, disse o delegado, Tiago Dantas.

O prejuízo, de acordo com a Polícia Civil, passa de R$ 150 mil. Com a prisão do casal, a polícia acredita chegar até outros integrantes que fazem parte da quadrilha e cometem os crimes em Curitiba e região. (Com informações da Rede Massa).

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT