Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave crescem no país

Por Agência Brasil – Os dados são do último boletim Infogripe, divulgado pela Fiocruz.

Nove das 27 capitais brasileiras apresentam sinais de crescimento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Os dados são do último boletim Infogripe, divulgado pela Fiocruz.

O estudo é feito com base nas informações inseridas no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe, no período de 25 a 31 de outubro.

De acordo com o boletim, quase 98% dos resultados positivos para os vírus respiratórios são em consequência do novo coronavírus.

clique na imagem e saiba mais

As cidades de Florianópolis, João Pessoa, Maceió, Belém, Fortaleza, Macapá, Natal, Salvador e São Luís são as que apresentam sinal de crescimento moderado ou forte de casos.

Ainda segundo o boletim, Florianópolis e São Luís já acumulam cerca de seis semanas consecutivas com sinal de crescimento na tendência de longo prazo.

Considerando os dados nacionais, os casos notificados da Síndrome apresentam tendência de queda no país, mas com dados semanais na zona de risco e ocorrências de casos semanais muito alta.

Uma exceção é a região Sul, onde o número de mortes encontra-se em nível epidêmico.

São Paulo, que apresentou tendência de crescimento no boletim anterior, retornou ao sinal de estabilidade. No entanto, o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe, destaca que embora não haja uma retomada de crescimento, a tendência de queda continua interrompida, sendo recomendável cautela às autoridades e à população em relação às medidas de flexibilização.