Celular de engenheiro pega fogo enquanto carregava, em Goiás

Ele ficou assustado com as faíscas e fumaça que saíam do aparelho. ‘Estava a cerca de 20 ou 30 centímetros do meu rosto’, disse.

Um celular pegou fogo enquanto estava carregando na madrugada desta terça-feira (12), em Goiânia (GO). O engenheiro civil Eduardo Cunha conta que estava dormindo e foi acordado pela esposa, que viu faíscas saindo do aparelho junto com uma fumaça branca. “Estava a cerca de 20 ou 30 centímetros do meu rosto, foi um momento tenso”, disse.

Ele conta que colocou o celular, um Samsung S7, para carregar por volta de 23h, quando foi dormir. O aparelho estava em uma mesa ao lado da cama. “Por volta de 0h20 minha mulher me sacudiu, eu olhei para o lado e vi saindo faísca. Ele, então, caiu e desconectou do carregador. Pouco depois ele parou de pegar fogo”, relatou Eduardo.

A Samsung informou, em nota, que “assim que tiver acesso ao produto em questão realizará um exame completo para determinar a causa exata do ocorrido”. A empresa completou que “segue rigorosos padrões de controle e qualidade para garantir a segurança e a melhor experiência ao usuário”.

O fogo também atingiu a mesa, o chão e o lençol da cama, que também ficaram danificados. Eduardo ressaltou que durante os três anos de uso, o aparelho nunca apresentou nenhum outro problema, como superaquecimento, e que usava o carregador original, que não sofreu nenhum dano devido ao acidente.

“Eu fiz um boletim de ocorrências, só para deixar o caso registrado, e vou entrar em contato com a Samsung para que eles fiquem sabendo do caso, possa fazer um alerta se tiver algum problema nos aparelhos, evitar que novos acidentes aconteçam”, disse o engenheiro.