Cesta básica de maio tem alta de 1,36%

PUBLICIDADE

Pesquisa aponta que o valor da cesta paulistana ultrapassou o salário mínimo.

Levantamento mensal feito pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon-SP em convênio com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revela alta de 1,36% no valor da cesta básica do paulistano. O preço médio que em 29/04/2022 era de R$ R$ 1.209,71 passou para R$ 1.226,12 em 31/05/2022. O valor do salário mínimo é R$ 1.212,00.

Os grupos Alimentação e Limpeza apresentaram alta de 1,70% e 0,36%, respectivamente. O de Higiene Pessoal teve queda de 1,83%. A variação no ano é de 12,69% (base: dezembro/2021)

Os produtos que mais subiram foram: Cebola (kg) 31,70%; Desodorante spray (90/100 ml) 6,80%; Salsicha avulsa (kg) 6,33%; Queijo muçarela fatiado (kg) 5,55%; Farinha de mandioca torrada (500g) 4,91%.

E as maiores quedas foram: Papel higiênico fino branco (com 4 unidades) -8,85%; Biscoito recheado (pacote 130/150g) -5,91%; Absorvente aderente (com 10 unidades) -4,27%; Sabão em barra (unidade) -1,65%; Frango resfriado inteiro (kg) -1,60%.

PUBLICIDADE

Dos 39 produtos pesquisados, na variação mensal, 27 apresentaram alta, nove diminuíram de preço e três permaneceram estáveis.

Veja aqui a pesquisa completahttps://www.procon.sp.gov.br/wp-content/uploads/2022/06/CB-mensal-mai22-com-anual-1.pdf

 

Variação anual

A pesquisa realizada regularmente pelo Procon-SP e Dieese aponta ainda que de maio de 2021 para maio de 2022 o aumento foi de 18,07%. O valor da cesta básica era de R$ 1.038,45 e passou para R$ 1.226,12.

 

No mesmo período, os três produtos que apresentaram maior alta foram: café em pó (500g), 95,60%; batata (kg), 70,04% e biscoito água e sal (pacote 200 g), 48,84%.

 

Procon-SP

Assessoria de Comunicação

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP