Colegas prestam homenagem a GCM vítima do novo coronavírus em Nova Odessa, SP

Newton Araújo Gino, que tinha 69 anos e estava há 26 na corporação, teve a morte confirmada neste sábado. GCMs prestaram guarda em frente ao Cemitério Municipal, onde ele foi sepultado.

Colegas de trabalho prestaram a última homenagem ao guarda civil municipal Newton Araújo Gino, de 69 anos, que foi a 17ª vítima da Covid-19 em Nova Odessa (SP). Gino teve a morte confirmada neste sábado (11) pelo hospital particular onde estava internado, em Americana (SP).

A homenagem ocorreu em frente ao Cemitério Municipal de Nova Odessa, onde o agente foi sepultado, na manhã deste domingo (12). Gino estava na corporação desde 1994. Era guarda de classe especial. Depois de anos de patrulhamento nas ruas, foi transferido para o Paço Municipal, onde trabalhava à noite, cuidando da segurança do prédio.

clique na imagem e saiba mais

“Trabalhei com o Gino nas ruas durante quase quatro anos, éramos da mesma equipe. Ele era um guarda excepcional, justo, correto, extremamente responsável e sempre teve hábitos saudáveis. Além disso, éramos muito amigos, praticamente irmãos. Sem dúvida, uma perda irreparável”, relatou o diretor da Guarda Civil Municipal de Nova Odessa, Nilton César Alves.

A morte do GCM Gino ocorreu no dia em que Nova Odessa registrou o maior número de casos de coronavírus desde o início da pandemia. Foram 40 novos infectados. Segundo a Secretaria de Saúde, são casos reportados por hospitais e laboratórios particulares ao longo da semana.