O treinamento abordou a importância do uso dos Equipamentos de Proteção Individual, ergonomia no trabalho e formas de evitar doenças ocupacionais.

Nesta quarta (13) e quinta-feira (14) foi realizado um treinamento no Paço Municipal, destinado aos coletores de Araras. O treinamento, cujo tema foi “Segurança do Trabalho”, foi ministrado por profissionais do corpo técnico do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho).

Dentre os profissionais SESMT esteve presente Renata Servidoni, médica do trabalho; a engenheira Julia Pizani; o técnico de segurança do trabalho, Júlio Santos e a fisioterapeuta Edvaine Maria Buzinari Chame.

O treinamento abordou a importância do uso dos EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), como utilizá-los de forma correta, o uso da ficha de controle de EPI, ergonomia no trabalho e demais formas de evitar doenças ocupacionais.

“No ano passado nosso foco foi a equipe da Secretaria de Educação, onde treinamos os monitores escolares para que eles pudessem multiplicar essas informações nas escolas. Todas as pastas receberão o devido treinamento, e, desta vez, os coletores são o nosso foco. Estamos tirando todas as dúvidas a fim de melhorar as condições de trabalho deles, e esse contato é fundamental, já que nossos conhecimentos técnicos precisam estar de acordo com as reais necessidades dos trabalhadores, e eles estão fazendo os apontamentos para trabalharmos juntos e sermos eficazes”, comenta a engenheira Julia.

Em sua abordagem, a fisioterapeuta deu orientações aos funcionários sobre a melhor postura durante a execução do trabalho. “Falamos sobre o melhor posicionamento, como levantar pesos e a importância da ginástica laboral para evitar problemas de coluna e dores decorrentes do trabalho. Também indicamos exercícios ideais para que possam realizar durante o serviço, cuidados para evitar acidentes, e além desses assuntos, abordamos a necessidade de pequenas pausas durante o turno”, disse.

A ação teve apoio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acientes) da Prefeitura.