Com câmeras no uniforme, PM de SP registra menor letalidade em 8 anos

Após instalação de câmeras nos uniformes de policiais de 18 batalhões da PM, letalidade da polícia do estado de São Paulo em junho de 2021 alcançou menor patamar desde 2013.

Por: Isabela Alves – A polícia do Estado de São Paulo atingiu o menor índice de letalidade em oito anos no primeiro mês do programa de câmeras portáteis da Polícia Militar (PM). 

De acordo com dados obtidos pela Folha de S. Paulo, o número de mortes em decorrência das intervenções policiais caiu para 22 no mês de junho. Esse é o menor índice desde 2013. Os 18 batalhões que já contam com o programa Olho Vivo zeraram as mortes em confrontos em São Paulo. 

15 deles passaram a usar as câmeras no mês passado, incluindo os batalhões da Rota e Baeps (Batalhão de Ações Especiais de Polícia). Apenas a Rota possui 386 mortes acumuladas em confrontos desde 2016.

Também não houve, nesse período, nenhuma lesão corporal contra suspeitos provocada por disparos de arma de fogo. As seis que aconteceram se deram por outros motivos, como luta corporal.

Com esse novo sistema, o aparelho fica ligado em momentos cruciais. Assim, não ocorrerão mais perdas acidentais de provas. Por ser apenas o primeiro mês de ampliação do programa, o comando da PM não atribui essa redução exclusivamente ao uso das câmeras no uniforme.

Fonte: Folha de São Paulo

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT