Com medo de facção criminosa, homem quebra vidro e furta loja para ser preso

Segundo a polícia, o homem estava atrás das viaturas há semanas pedindo para ser preso. O motivo seria uma dívida que ele tem com uma facção criminosa.

Um homem foi preso na madrugada desta quarta-feira (2) por suspeita de furtar uma loja que fica dentro de um supermercado no bairro Conjunto do Bosque, em Mogi das Cruzes (SP). O inusitado é que ele quem pediu para que chamassem a polícia porque ele queria ser preso.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 1h, o rapaz tentou pular o muro de um condomínio, mas ele foi barrado pelo segurança, que o mandou ir embora. Após isso, o homem não desistiu e pulou as grades do supermercado que fica na mesma rua e depois quebrou a porta de vidro de uma loja de aparelhos eletrônicos.

Em seguida, o homem saiu na rua e começou a gritar dizendo que havia roubado uma loja do supermercado, ele pedia que alguém chamasse a polícia para levá-lo preso. Um policial à paisana foi avisado e foi até o local, constatando que o suspeito furtou um notebook e a quantia de R$ 8,25.

Ainda segundo a PM, há mais de uma semana o homem estava atrás dos policiais pedindo para ser preso, alegando que está jurado de morte por uma facção criminosa, em razão de uma dívida. O suspeito já tinha passagem por furto e receptação, mas estava respondendo em liberdade.

O homem foi conduzido à Central de Flagrantes e está respondendo pelo prática de furto qualificado. Ele ficou preso à disposição da Justiça.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT