Comerciante reage a assalto e atira em criminoso que invadiu supermercado em Pirassununga, SP

De acordo com uma testemunha, o comerciante teve oportunidade de matar o criminoso, porém, procedeu de forma humanitária em conter o mesmo ao solo.

Na tarde de quarta-feira (21), um indivíduo de 20 anos, invadiu um supermercado no bairro Santa Izabel, município de Pirassununga (SP), e anunciou um roubo à uma caixa que estava trabalhando.

O comerciante, conhecido por “Bilinho”, vendo as imagens das câmeras de segurança, de onde se encontrava, deixou o local levando sua arma de fogo, uma pistola, onde, ainda dentro de seu comércio gritou com o homem que tinha anunciado o assalto e saindo do local levando o dinheiro roubado do caixa para que parasse e se deitasse ao solo, pois, já havia acionado a polícia.

Neste momento, de acordo com o comerciante e testemunhas, o acusado teria se voltado para “Bilinho” sacando uma arma, momento em que o comerciante, a fim de se defender, bem como defender clientes e funcionários realizou disparos contra o mesmo, vindo este a cair ao solo. Veja abaixo as imagens da ação, divulgadas pelo portal Repórter Naressi.

De acordo com uma testemunha, cliente que estava pelo local, o comerciante teve oportunidade de matar o criminoso, porém, procedeu de forma humanitária em conter o mesmo ao solo, conforme as imagens mostram o fato. Viaturas do policiamento de área, bem como de ROCAM chegaram ao local, bem como a Unidade de Resgate que socorreu o jovem até o Pronto Socorro, com ao menos dois disparos contra sua perna.

Os policiais recolheram a arma que o jovem sacou contra o comerciante, sendo um simulacro, mas, de acordo com os policiais, ninguém tem “bola de cristal” para diferenciar um arma de fogo de verdade de um Simulacro a distancia. Os policiais militares, cabo Faria e cabo Helton, apresentaram a ocorrência junto ao plantão da Polícia Civil Judiciária, onde o delegado, Dr. Icaro José Ribeiro Gomes, autuou o acusado em flagrante por Roubo Tentado.

O criminoso passou por cirurgia na Santa Casa, onde, se não for liberado em audiência de custódia, após ter alta médica será encaminhado para um Centro de Detenção Provisória. Assista abaixo:

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT