Comitê de Blitze interdita bingo clandestino e autua eventos irregulares em SP

Vigilância Sanitária Estadual fez 18 autuações entre a madrugada de sábado (22) e madrugada desta segunda-feira (24).

As ações de fiscalização do Comitê de Blitze do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo resultaram, entre a madrugada de sábado (22) e madrugada desta segunda-feira (24), na inspeção de 59 estabelecimentos, sendo que 18 deles foram autuados pela Vigilância Sanitária Estadual.

Um dos flagrantes ocorreu no domingo (23), no bairro do Itaim Bibi. No local os agentes encontraram um bingo clandestino com cerca de 100 pessoas que estavam aglomeradas e não utilizavam máscaras. O estabelecimento foi autuado e interditado.

No sábado, as equipes flagraram 117 pessoas aglomeradas em uma festa clandestina realizada em um bar, no bairro Freguesia do Ó, na Zona Norte. A ação resultou em cinco autuados em flagrante. Os participantes desrespeitavam o distanciamento social e quase metade deles não usava máscara de proteção.

No estabelecimento foram apreendidos notebook, duas mesas de som, três máquinas de cartão e R$ 967 em espécie. Além disso, foram conduzidos à delegacia alguns dos presentes, incluindo a proprietária do bar, o organizador do evento e o DJ.

Balanço das ações

No fim de semana, a Polícia Militar atuou em 18 ações de apoio à Vigilância Sanitária e em 2.679 dispersões, flagrando 966 pontos de aglomeração em toda cidade. Mais de 37 mil veículos foram vistoriados e 58 pessoas foram presas, sendo que 45 eram procuradas pela Justiça.

Ao todo, 16 estabelecimentos foram flagrados descumprindo o horário de funcionamento estipulado pelo Plano São Paulo. As ações aconteceram nos bairros do Tucuruvi, Tatuapé, Bela Vista, Jardim Paulista, São Miguel Paulista, Consolação, Vila Leopoldina, Lapa, Freguesia do Ó, Itaim Bibi, Morumbi, Vila Madalena, Pompeia, Pinheiros e Jardins.

Desde 26 de fevereiro deste ano, quando foram intensificadas as ações do Comitê de Blitze, o Procon realizou 2 mil atos fiscalizatórios na capital e mais de 8,5 mil no interior. Só neste final de semana foram realizados 478 atos fiscalizatórios no Estado, sendo 24 na capital.

Comitê de Blitze

Criado no dia 12 de março, em parceria com a Prefeitura de São Paulo, o Comitê de Blitze tem como objetivo reforçar as fiscalizações e o cumprimento das medidas restritivas da fase emergencial e evitar a propagação do coronavírus.

Integram o Comitê agentes da Guarda Civil Metropolitana e da Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária) pela Prefeitura de São Paulo. Pelo Governo do Estado, atuam profissionais da Vigilância Sanitária, Procon e das Polícias Civil e Militar.

Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também no site www.procon.sp.gov.br ou pelo e-mail [email protected], do Centro de Vigilância Sanitária.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT