Como usar o e-mail marketing para gerir o relacionamento com o cliente?

A comunicação por e-mail acabou abrindo muitas portas, mas também teve seus elementos negativos.

O relacionamento com o cliente é um importante processo para qualquer empresa que deseja se manter ativa no mercado. Para que você consiga explorar de forma adequada esse tipo de interação, é preciso que você compreenda todas as possibilidades de engajamento que possui.

Muito antes das redes sociais estarem em alta, e de aplicativos  mensageiros permitirem uma comunicação muito mais direta, o e-mail marketing já era um excelente aliado das empresas.

Isso porque o e-mail marketing é uma forma direta de contato entre o cliente e a empresa, e ainda é uma ferramenta muito utilizada no mercado, principalmente de forma profissional.

Muitas empresas certamente já utilizaram essa ferramenta para destacar lançamentos de produtos, como um creme hidratante para o rosto ou uma promoção, por exemplo.

Por conta disso, muitas pessoas ainda acessam diariamente seus e-mails.

O e-mail marketing é uma estratégia que começou na década de 70, quando o gerente Gary Thuerk enviou 400 e-mails promovendo os computadores de sua empresa, o que gerou um lucro de 13 milhões de dólares em vendas.

Com isso, muitas companhias começaram a estudar a possibilidade de usar o e-mail como uma ferramenta de marketing, até que nos anos 1990, isso se tornou uma realidade. A comunicação por e-mail acabou abrindo muitas portas, mas também teve seus elementos negativos.

Dentre eles, o principal foi a criação dos spams, também conhecidos como lixo eletrônico. Esse tipo de e-mail costuma ser muito negativo, uma vez que apresenta um conteúdo raso e sem interesse real para os consumidores.

As ferramentas de e-mail hoje em dia até mesmo conseguem identificar esses spams e eliminam as mensagens de caixas de entrada, permitindo que o usuário remova esse tipo de conteúdo sem precisar se preocupar em abrir o material.

Com o surgimento das redes sociais, parecia que o e-mail marketing estava chegando ao seu fim. As empresas investiram pesadamente nesse tipo de conteúdo, deixando de lado estratégias mais tradicionais.

Entretanto, o poder do e-mail logo voltou a ser necessário, principalmente porque os retornos ainda eram muito maiores quando havia um engajamento direto.

O e-mail é onde muitas pessoas resolvem problemas, então, estão mais propensos a conversar com empresas, como uma indústria de cosméticos de hidratação para cabelos cacheados.

Já nas redes sociais, muitas pessoas preferem usá-las para meios mais pessoais, não se interessando em engajar um diálogo com marcas. Por isso, o e-mail marketing segue uma importante ferramenta para engajar-se com seu público.

Vantagens do e-mail marketing

Existem inúmeros benefícios na utilização desse recurso, principalmente no tocante ao relacionamento com o cliente. Isso porque, por se tratar de uma comunicação muito mais direta, é mais fácil interagir com cada um de seus consumidores.

Dessa forma, um negócio especializado em camiseta dry fit branca masculina e feminina, por exemplo, acaba aproveitando para criar uma proximidade com o público, apresentando um conteúdo de qualidade, o que é muito vantajoso para todos os envolvidos.

O e-mail é uma parte fundamental do dia de qualquer pessoa. A maioria dos usuários de internet, antes de fazer qualquer atividade, gastam um tempo de seu dia eliminando e-mails desnecessários, lendo, respondendo e interagindo com outros.

Se você produz um conteúdo interessante e de qualidade, as chances de ter seu e-mail lido serão muito maiores, o que possibilitará um engajamento mais assertivo com o cliente.

Além disso, quando ele tiver dúvidas ou questionamentos utilizará este meio de comunicação.

A ideia para qualquer empresário é criar um ambiente de maior ligação entre consumidor e marca. Por isso, utilizar o e-mail para conseguir um melhor resultado se torna uma das melhores maneiras de aproveitar este recurso.

Nas redes sociais, a maioria das pessoas não se sente na necessidade de consumir todos os conteúdos criados, principalmente em casos de contas comerciais. Logo, um usuário que procura um judogi adidas irá diretamente para outros locais procurar o item.

Por conta disso, muitas vezes seu negpocio acaba perdendo oportunidades de contato que poderiam resultar em conversões.

Já o e-mail gera muito mais interesse do cliente, uma vez que ele solicita a entrada em sua newsletter ou rede de envios, e tem grandes chances de consumir completamente seu conteúdo, aumentando as chances de conseguir completar uma transação.

Além disso, o e-mail acaba sendo um formato que recebe mais atenção, principalmente por ficar em uma posição de destaque na caixa de entrada dos usuários.

Entretanto, é preciso tomar alguns cuidados para conseguir usufruir todas estas vantagens que o e-mail marketing oferece.

O primeiro ponto a se considerar é que o conteúdo deve ter qualidade. Se você for muito simples ou raso, o cliente rapidamente poderá perder o interesse, solicitando o desligamento da lista de e-mails.

É importante estar de acordo com as legislações atuais, como a LGPD (Lei Geral de Processamento de Dados Pessoais). Legalmente falando, sua empresa não pode manter registros e armazenamentos de informações de clientes que eles não desejem.

Além disso, é importante oferecer condições especiais para as pessoas que estão ajudando. Você pode contratar empresas de entregas para conseguir oferecer o que está tentando vender com frete grátis, por exemplo.

Por isso, manter um cliente em sua lista de e-mail é um trabalho que deve ser levado a sério, com a criação de material de qualidade e que atraia a atenção dos usuários.

Outro ponto importante é a profundidade do conteúdo. Se você apresentar apenas conteúdos genéricos e pouco interessantes, além de colocar muitos links para produtos ou serviços durante o corpo do e-mail, ele pode ser considerado spam.

Além de ser um ponto prejudicial para seu e-mail, que pode acabar sendo descartado sem nem o usuário identificar sua chegada, acaba tirando a oportunidade de você criar um bom engajamento.

Tipos de e-mail marketing

Como todo canal de comunicação de uma estratégia de marketing, existem diversos modelos e situações com as quais uma empresa pode criar o e-mail marketing. Saber qual produção realizar é um importante ponto de seu planejamento estratégico.

1 – Newsletter

Este é um dos modelos mais tradicionais de e-mail marketing, sendo uma excelente maneira de se comunicar com seu público.

A newsletter nada mais é do que um apanhado de assuntos que sejam do interesse do consumidor, principalmente ligado ao nicho do qual sua empresa faz parte.

Se você possui uma empresa de motoboy, por exemplo, pode criar uma newsletter com:

  • Informações sobre novidades da área;
  • Novos aplicativos e softwares de entrega;
  • Dicas de consumo;
  • Informações sobre produtos ou serviços.

Quanto mais conteúdo útil o estabelecimento conseguir criar em sua newsletter, maiores serão as chances desse tipo de material gerar conversões.

Isso porque a newsletter precisa ser ativamente assinada pelo consumidor, e por isso, tem muito mais chance de ser aberta e lida. Quanto mais você explorar este conteúdo, mais íntimo será o relacionamento entre consumidor e marca.

2 – E-mail promocional

O e-mail promocional é uma excelente maneira de se comunicar. Entretanto, é necessário lembrar que o e-mail promocional não é obrigatoriamente um e-mail que divulga um produto em promoção.

Trata-se do tipo de conteúdo que promove uma ação, que pode ser um produto gratuito que a empresa está oferecendo, um desconto em compras na loja ou qualquer outro elemento.

Aqui, você pode oferecer a qualidade do serviço de entrega expressa transportadora, por exemplo, para agilizar o processo.

O principal foco do e-mail promocional é a conversão, uma vez que ele é muito mais direto que a newsletter. Com este e-mail, você está ativamente querendo que o consumidor siga um determinado caminho.

Ele tem um grande potencial para ser elaborado, mas é preciso estar ciente de quem são as pessoas que receberão esse tipo de conteúdo.

Por se tratar de uma situação muito mais direta, é comum que pessoas já inscritas em seu canal de divulgação sejam as receptoras.

O principal segredo para o sucesso do e-mail promocional é conhecer seu público. Quanto mais for possível segmentar, identificando quais são os nichos que consomem um tipo de conteúdo específico, melhor.

Utilizando o exemplo anterior, sua empresa de motoboy delivery precisa cativar o público, e o e-mail marketing ainda é uma plataforma extremamente funcional.

Isso porque o e-mail promocional tem um objetivo específico que, muitas vezes, é atingir exatamente esse tipo de público.

3 – E-mail sazonal

Uma das chaves para o relacionamento entre consumidor e marca é a personalização de conteúdo. O cliente deseja se sentir especial e valorizado, e isso é muito importante para você conseguir conquistá-lo.

Por isso, se atentar a eventos especiais como aniversários e outras datas comemorativas para enviar e-mails sazonais pode ser uma excelente maneira de ampliar o contato com um determinado cliente e instigá-lo a experimentar sua empresa.

Considerações finais

Embora tenha sofrido um pouco com o avanço de novas tecnologias, o e-mail marketing continua sendo uma das principais estratégias de engajamento com clientes, especialmente para manter uma proximidade maior no quesito relacionamento.

A maioria das pessoas ainda faz bastante uso dos e-mails, seja para fins profissionais ou pessoais, mas costuma levar muito mais a sério o conteúdo recebido por e-mail do que o encontrado em outras fontes de mídia.

Por isso, saber aproveitar os benefícios de criar um bom e-mail marketing pode ser uma estratégia fundamental para seu negócio alcançar um bom patamar de competitividade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT