Ao ser abordado, o homem resolveu dar nome falso à equipe.

Condenado por assassinato, um homem de 30 anos foi preso nesta quarta-feira (13) em Jundiaí (SP) após ser flagrado utilizando documentos falsos.

Ele foi detido pela Polícia Militar, que também encontrou um revólver na casa do homem, localizada no bairro Quinta das Videiras. De acordo com o capitão Augusto José Martinelli, do 11º Batalhão, uma equipe de Força Tática foi a responsável pela captura.

Os militares faziam patrulhamento de rotna pelo bairro e foram verificar informação de que um procurado da Justiça poderia ser encontrado nas imediações.

Ao ser abordado, o homem resolveu dar nome falso à equipe. Não portava objetos ilícitos, mas também não conseguiu convencer os policiais, que disseram saber que aquele documento era falso.

Percebendo que seria descoberto, resolveu contar quem era, quando então foi confirmado que se tratava de um procurado do Poder Judiciário, condenado por crime de assassinato.

Ele também foi indagado se guardava algo ilegal em casa, dizendo que poderia ser encontrado no imóvel um revólver. Em buscas pelo local, os patrulheiros encontraram a arma (revólver calibre 38), além de quatro munições do mesmo calibre.

Além de delito pelo qual estava sendo procurado, o homem foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo e uso de documento falso. Ele foi levado ao Distrito Policial de área, onde um boletim de ocorrência foi registrado.