Condenado tenta “pinote” com moto furtada e acaba preso pela Guarda Civil Municipal

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Ele tentou enganar os agentes, dando nome falso após ser abordado.

Dono de extensa ficha criminal e procurado da Justiça, um condenado a mais de cinco anos de reclusão por porte ilegal de arma de fogo foi preso em Itatiba (SP) pela Guarda Civil Municipal após furtar uma motocicleta.

Ele provocou uma perseguição em alta velocidade, colocando em risco pedestres e motoristas, e ainda tentou enganar os agentes, dando nome falso após ser abordado.

De acordo com a GCM, dois guardas (Gonçalves e Zarantonello) foram responsáveis pela prisão. Eles faziam patrulhamento pela cidade, quando notaram passar uma moto em alta velocidade, cujo condutor era seguido por dois vigilantes noturnos.

Por algum tempo, o fugitivo entrou na contramão de direção de várias vias e só parou após se acidentar e tentar se esconder embaixo de um carro. Ele ainda tentou enganar os agentes por um bom tempo, mas resolveu dar seu verdadeiro nome assim que percebeu que não conseguiria sair livre daquela situação.

Na delegacia, foi ainda mais longe, dizendo que era especialista em roubos, agindo por diversas vezes nos últimos dois meses em Itatiba e Bom Jesus dos Perdões.
Ficou apurado ainda um mandado de prisão contra ele. O motivo era mais uma condenação, desta vez por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, recebendo pena de cinco anos e quatro meses atrás das grades.

Já pelo furto da moto, ele foi autuado em flagrante. O veículo foi devolvido ao proprietário, que agradeceu aos GMs, garantindo que a motocicleta era seu “instrumento de trabalho”.