Conheça a diferença entre cursos técnicos e tecnológicos

Para sanar dúvidas na hora de escolher a melhor formação, saiba mais sobre as opções oferecidas nas Etecs e Fatecs do Centro Paula Souza.

Existe uma dúvida que acompanha muitos estudantes quando acessam o site do Centro Paula Souza (CPS) em busca de informações sobre as inscrições para os cursos gratuitos oferecidos pelas Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo: qual carreira escolher, técnico ou tecnólogo?

Para decidir pela opção que atende melhor cada perfil, é necessário entender a diferença entre os dois níveis de ensino. Os cursos técnicos das Etecs têm duração de dois a quatro semestres e formam profissionais em nível médio. Já os cursos superiores de tecnologia contam com uma carga horária maior, de dois a três anos de estudos.

Ao final, o tecnólogo recebe um diploma de nível superior. A Fatec solicita Ensino Médio completo ao aluno ingressante. Já a Etec oferece ensino integrado para concluintes do Ensino Fundamental e formação técnica para quem está matriculado a partir da segunda série do Ensino Médio.

clique na imagem e saiba mais

O coordenador de Ensino Médio e Técnico do CPS, Almério Melquíades de Araújo, explica que a vantagem do Ensino Técnico é dar oportunidade ao estudante entrar mais rápido no mundo de trabalho.

“O mercado exige do técnico conhecimentos para atuar, principalmente, em nível operacional. Significa a chance para o jovem ingressar na vida profissional, gerar a própria renda e ganhar experiência. A partir daí, ele pode aprofundar os conhecimentos na faculdade e ganhar uma visão mais crítica para desempenhar funções gerenciais que necessitam de formação superior”, afirma.

A última pesquisa de empregabilidade da instituição feita com seus ex-alunos aponta que três em cada quatro jovens formados nas Etecs, ou seja, 72% dos técnicos, estão empregados em até um ano após a conclusão do curso. Nas Fatecs, o índice é ainda maior. Cerca de 88% dos tecnólogos estão empregados em até um ano após terminar o curso.

“O tecnólogo desenvolve competências e habilidades para melhorar os processos de gestão e inovação tecnológica, com o uso ou criação de novas tecnologias na solução de problemas complexos. Existe uma procura grande por profissionais formados pelas Fatecs porque as empresas sabem que vão contar com pessoas de perfil criativo e empreendedor”, destaca o coordenador de Ensino Superior de Graduação do CPS, Rafael Ferreira Alves.

Guia de profissões

As Etecs e Fatecs dispõem de um leque amplo de cursos para atender diversos segmentos relacionados às áreas de agronegócio, indústria, comércio e serviços. Quem quiser conhecer melhor as características de cada formação, diferentes modalidades e possibilidades de carreira entre os cursos oferecidos nas 223 Etecs do Estado, pode consultar o Guia das Profissões Técnicas. Para obter informações sobre os cursos das 73 Fatecs do CPS, incluindo disciplinas estudadas, perfis profissionais e onde trabalhar, o estudante tem à disposição o Guia das Profissões Tecnológicas.

As publicações foram atualizadas e trazem um panorama completo dos lançamentos para o primeiro semestre de 2021 e de todos os outros cursos com inscrições abertas nos processos seletivos das Etecs e Fatecs.

Inscreva-se!

Os interessados em concorrer a uma vaga no Vestibulinho das Etecs devem fazer a sua inscrição até a próxima segunda-feira (14), às 15 horas, exclusivamente pelo site. O valor da taxa é de R$ 19. A classificação será feita por meio de análise do histórico escolar, sem a realização de prova presencial ou online.

Quem deseja concorrer a uma vaga nas Fatecs deve se inscrever até terça-feira (15), até as 15 horas, pela internet. A taxa é de R$ 39. A seleção será feita também por análise de histórico escolar.