Conheça o Xiaomi Mi Note 10, lançamento chinês com câmera quíntupla

Novo celular permite enquadramentos diferentes a partir das cinco câmeras.

Os recém-lançados Xiaomi Mi Note 10 e Mi Note 10 Pro são celulares que contam com um conjunto de cinco câmeras, sensor de 108 megapixels e uma tecnologia que a Xiaomi chama de Compressão Espacial para fotos mais criativas. Revelados na China e disponíveis no mercado internacional – mas ainda sem confirmação de lançamento no Brasil –, os telefones chamam a atenção também pela bateria robusta, de 5.260 mAh, e pelos preços que começam em US$ 499 (R$ 2.085 em conversão direta). Saiba tudo sobre os smartphones nas linhas a seguir.

Equipado com cinco câmeras – duas delas são teleobjetivas –, o Mi Note 10 oferece um sistema fotográfico que permite resultados bem diferentes, dependendo da combinação de distância e lente usadas em cada clique. Na prática, é como se o usuário estivesse operando uma câmera fotográfica profissional, trocando de lente conforme a necessidade: a câmera principal do quinteto equivale a uma lente de 25 mm, enquanto a teleobjetiva equivale a uma lente de 50 mm.

A ideia, batizada pela Xiaomi de Compressão Espacial, permite composições mais criativas, tirando proveito das diferentes distâncias focais. Na colagem das fotos acima, a tecnologia dá a impressão de que o trem e o fundo da foto estão se movendo e indo em direção à modelo, quando na verdade é uma ilusão criada pelo uso das diferentes lentes do celular.

Nas especificações, o conjunto é bem servido. O celular vem com câmeras de 108 megapixels, uma teleobjetiva de 12 MP, outra teleobjetiva de 5 MP, uma grande-angular de 20 megapixels e, por fim, uma câmera de 2 MP para foto macro. No painel dianteiro, o celular traz ainda uma câmera para selfies com 32 megapixels de resolução.

Tela e design

A tela do novo Mi Note 10 usa tecnologia AMOLED e compõe 6,47 polegadas de medida diagonal num espaço suficiente para os 2340 x 1080 pixels de resolução. A tela oferece suporte às tecnologias HDR10, para vídeos e fotos com maior qualidade de cor e imagem, além do recurso Always On.

Em termos de design, o celular aparece nas cores preta, branca ou verde. O acabamento é de alumínio, envolvido por vidro Gorilla Glass de quinta geração nas duas faces, e não há confirmação de que o celular possui qualquer nível de proteção contra água.

Ficha técnica

A vocação mais intermediária do smartphone da Xiaomi acaba revelada por conta das especificações relacionadas ao processador: o Snapdragon 730G é o processador octa-core que chega a até 2,2 GHz em seus dois núcleos principais de alta performance e 1,8 GHz nos seis restantes, que são dedicados à economia de energia.

No armazenamento, o Mi Note 10 é equipado com 128 GB de espaço interno para dados, quantidade de memória que não pode ser expandida porque o smartphone não oferece slot dedicado para cartões de memória. Já a versão Pro do aparelho, que repete as mesmas configurações de câmera, tela e processador, conta com 256 GB de espaço interno e 8 GB de memória RAM.

A bateria do novo Xiaomi é um tópico à parte: com 5.260 mAh de capacidade bruta, a peça figura entre as maiores baterias de celular disponíveis no mercado na atualidade. Há também suporte a sistemas de recarga rápida de 30 Watts que a Xiaomi anuncia serem capazes de levar a bateria de 0 a 58% de carga em 30 minutos.

Versão do Android

Em termos de recursos, o telefone oferece leitor de impressões digitais sob a tela e permite o uso de dois chips SIM simultâneos.

Embora recente, o celular da Xiaomi ainda sai da caixa com o Android 9 (Pie) instalado, mas deve estar entre os primeiros do portfólio da fabricante chinesa a receber a atualização para a edição 10 do sistema operacional do Google. Como todo celular da Xiaomi, o Mi Note 10 roda com a interface MIUI da marca, aplicada sobre o chamado Android puro.

Preço e disponibilidade

O modelo já se encontra em comercialização no mercado chinês (onde pode também ser encontrado sob o nome de Mi CC9 e Mi CC9 Pro, marcas usadas pela Xiaomi na China).

Os preços do novo Xiaomi ficam na faixa dos US$ 599 (R$ 2.500 em conversão direta) para a versão Pro, com mais espaço interno e memória RAM. Já o modelo Mi Note 10, com 6 GB de memória RAM e 128 GB de espaço para dados, aparece a US$ 499 no mercado chinês (R$ 2.085). Não há informações sobre um eventual lançamento oficial do produto no mercado brasileiro.

Ficha técnica do Xiaomi Mi Note 10:

  • Tamanho da tela: 6,47 polegadas
  • Resolução da tela: Full HD+ (2340 x 1080 pixels)
  • Painel da tela: AMOLED
  • Câmera principal: quíntupla: 108, 20, 12, 5 e 2 megapixels
  • Câmera frontal (selfie): 32 MP
  • Sistema: Android 9 Pie
  • Processador: Snapdragon 730G (oito núcleos de até 2,2 GHz)
  • Memória RAM: 6 GB (8 GB para a versão Pro)
  • Armazenamento (memória interna): 128 GB (256 GB no modelo Pro)
  • Cartão microSD: sem suporte
  • Capacidade da bateria: 5.260 mAh (com carregamento rápido TurboPower)
  • Dual SIM: sim
  • Telefonia: LTE
  • Peso: 208 gramas
  • Cores: preto, branco ou verde
  • Preço de lançamento: a partir de US$ 499 (R$ 2.085)
  • Data de lançamento: 6 de novembro de 2018

 

Com informações de Weibo e GSM Arena