Conheça três dicas essenciais para você começar a montar a sua própria empresa

Ser dono da própria empresa é o sonho de grande parte dos brasileiros.

Resolveu tirar do papel a ideia de abrir o seu próprio negócio, mas ainda está em dúvida de como tornar esse projeto algo mais concreto? Aí vai uma dica bônus: leia este artigo! 

Ser dono da própria empresa é o sonho de grande parte dos brasileiros. Seja para trabalhar com o que gosta, ter flexibilidade de horários, fazer as próprias regras ou conquistar independência financeira, empreender é o que muita gente quer, independente das motivações e das causas para começar o seu próprio negócio.

No entanto, há um aspecto que é igual para todo mundo que possui o desejo de empreender: os desafios são muitos e não são fáceis, principalmente pela crise que o Brasil enfrenta atualmente.

E é por não estarem preparados para esses desafios que muitos empreendedores desistem na metade do caminho, quando não desistem logo no começo, meses depois de abrir o seu negócio.

Por isso mesmo, não basta ter uma ótima ideia! É preciso entender do produto/serviço a que se dispõe oferecer, do mercado, da técnica e da administração,  bem como conhecer as estratégias disponíveis, seja de marketing, de venda, de contratação e retenção de talentos com employer branding, e por aí vai!

É necessário também muita paixão, dedicação e vontade de vencer. Se você já tem essas 3 características, o resto é conhecimento e estamos aqui para ajudar você.

Quer montar sua própria empresa mas não sabe por onde começar? Continue sua leitura e veja as dicas que separamos para você dar os primeiros passos!

3 Dicas para você começar a montar a sua própria empresa

Abrir e gerenciar um negócio exige uma série de atitudes, além de certas habilidades e conhecimentos específicos e cada etapa precisa ser encarada com seriedade.

Mas muitas pessoas acabam estacados na primeira fase do projeto mesmo, a etapa de começar. Acham que empreender é muito complicado, que isso está longe da sua realidade ou simplesmente não conseguem encontrar um ponto de partida.

E não dá para vencer uma corrida que você não sabe onde será a largada, não é mesmo? Pensando nisso, separamos 3 dicas essenciais que você precisa conhecer antes de começar a montar a sua própria empresa, confira abaixo:

1.   Conheça o seu perfil empreendedor

Imagine a área de atuação que você escolheu para sua empresa. Agora você precisa analisar como se imagina lidando com essa área no futuro. É um segmento que apresenta dificuldades particulares? Você se vê preparado para lidar com essas questões difíceis dessa área?

Além disso, seu perfil é informal e seu objetivo é somente trabalhar para viver? Ou você tem objetivos muito maiores? É um perfil de cooperado, cujo trabalho em equipe se encaixa com seus objetivos ou individual, preferindo empreender sozinho?

Seu perfil também pode se encaixar com o de um franqueado, se você quer desenvolver uma ideia pronta ou pode ser um perfil social,  se o que você quer mesmo é mudar o mundo.

Percebe que são diversos os perfis e são muitas as perguntas que você deve fazer para si mesmo (a)? Parece desnecessário e cansativo, mas é muito importante começar por essa etapa, pois é só sabendo o tipo de empreendedor que você é, que conseguirá definir o rumo que sua empresa tomará.

Afinal, não adianta escolher um ramo de atuação e um estilo de empreendimento que entra em conflito com a sua personalidade e aspirações, pois você dificilmente triunfará se tiver que viver lutando internamente. A vida de empreendedor já tem lutas externas o suficiente.

  1. Conheça o seu mercado

 

Depois de ter realizado o processo de autoconhecimento que ajudou você a bater o martelo quanto ao seu ramo de atuação, é hora de conhecer o mercado que a sua empresa irá atuar.

“Ah, mas eu já conheço o suficiente, sei o mesmo que a minha concorrência sabe”. Assim você já começa errado, porque é preciso ir muito além do que a sua concorrência enxerga ou, na melhor das hipóteses, você será mais do mesmo.

Entre de cabeça nas pesquisas sobre tudo acerca do seu segmento. Temos em nossas mãos a internet, uma ferramenta de extenso conhecimento se bem usada (como você está fazendo agora ao ler esse texto) e no que diz respeito a estudo de mercado, ela pode ser muito eficiente.

Estude seu público-alvo, faça pesquisas relacionadas a seu produto/serviço, estude a localização e as características das regiões que sua empresa pretende cobrir.

Não precisa se limitar à internet, você pode ir a campo também, visitar negócios correspondentes, conversar com as pessoas, obviamente respeitando os limites do bom senso.

3.   Não espere atingir a perfeição, comece!

Muitos futuros empresários só querem começar a empreender caso o seu negócio já esteja exatamente como ele almeja, ou seja, perfeito.

Mas se você não nasceu em berço de ouro, não ganhou na loteria e nem casou com um (a) bilionário (a), receio em dizer que, dependendo do seu ideal, isso vai ser um pouco difícil de acontecer.

Claro que todos gostariam de começar assim, mas pense no sucesso de grandes nomes empreendedores como Alberto Saraiva (Habib ‘s) ou Ralph Lauren, eles provavelmente são o que são hoje, porque tiveram que vencer muitas adversidades no caminho e talvez se tivessem ganho tudo de bandeja, hoje não fossem tão relevantes assim.

Provavelmente você veja esses exemplos como algo distante da sua realidade, entendo, são nomes muito poderosos. O importante é que você tenha a mesma vontade de empreender que eles e não fique esperando atingir a perfeição para começar.

Comece, aprenda com seus erros e evolua até poder se orgulhar do seu caminho e da sua chegada. 

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT