Conselho Tutelar intensifica atendimentos em Araras, SP

Em janeiro e fevereiro deste ano, 62% dos atendimentos do Conselho foram realizados de maneira presencial; demanda é reflexo das consequências da pandemia.

O Conselho Tutelar continua atuando ativamente na proteção da criança e do adolescente, mesmo durante a pandemia da covid-19. Desde o dia 1° de janeiro, 347 atendimentos foram realizados pelo Conselho em Araras (SP), 217 deles de maneira presencial. Ou seja, 62% de todas as demandas recebidas pelos conselheiros foram acompanhadas de perto. Em 2020, 2320 atendimentos foram realizados, 1090 deles de maneira presencial, o que equivale a 46% das demandas.

De acordo com o secretário de Assistência Social, Romildo Benedito Borelli (Baiano da Farmácia), esse aumento nos atendimentos realizados presencialmente reflete diretamente a necessidade do momento em que vivemos. “O aumento dos atendimentos está relacionado diretamente com esse momento de pandemia: as pessoas estão mais tempo em casa, com dificuldades financeiras, muitas vezes desempregadas, crianças sem poder realizar atividades normais, como ir à escola e até mesmo interagir com outras crianças. Precisamos olhar com atenção para essa nova realidade”, explicou o secretário.

O crescimento das demandas recebidas pela Secretaria de Assistência Social pode ser observada também em outras áreas de acolhimento. Em janeiro deste ano, o número de atendimentos realizados pela pasta praticamente dobrou, quando comparado ao mês de dezembro. Foram 9.108 atendimentos, 115,57% a mais do que no mês anterior.      

Em fevereiro, os números continuam sendo expressivos. Foram 7.943 atendimentos realizados pela pasta, um aumento de 88% quando comparado ao mês de dezembro, quando 4.225 atendimentos foram realizados. “Por todos esses motivos, adotamos diversas estratégias para facilitar o diálogo direto com a população, a fim de entender suas principais necessidades: ampliamos os locais onde o cadastro único pode ser realizado e descentralizamos os atendimentos com as assistentes sociais, realocando-as nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), nos bairros. Além de evitar aglomerações na Secretaria e oferecer segurança à população, também queremos facilitar esse contato com as pessoas”.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT