Consumidor deve se proteger de golpes com o uso do cartão de crédito

clique na imagem e saiba mais

Banco Central recebeu mais de cinco mil e 900 reclamações sobre o uso irregular do cartão de crédito durante compras pela internet, no ano passado

O volume é 28,2% maior que o registrado em 2018. As queixas se referiram a problemas quanto à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços.

Levantamento feito pela empresa de serviços financeiros Visa mostra que o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de fraudes no comércio virtual na América Latina, atrás apenas do México.

A pesquisa aponta que 42% das transações fraudulentas ocorreram após invasão da conta ou roubo de identidade. Outros 40% dos casos estavam relacionados ao envio de cupons, vale-descontos e reembolsos falsos.

Uma das fraudes mais comuns é o teste do cartão, quando criminosos usam robôs para tentar adivinhar dados que poderão ser usados em compras online.

É importante que o consumidor peça para o banco enviar alertas das transações e fique atento às mensagens, para poder cancelar rapidamente o que for irregular.

Outros cuidados são conferir as compras lançadas na fatura, adquirir produtos somente de sites confiáveis e ficar de olho no cartão durante pagamentos, para que ninguém copie os dados.

As dicas são do Valor Investe.