Consumo de bebidas açucaradas aumenta em até 40% o risco de câncer, diz médico

Estudo apontou relação entre casos de câncer do cólon e colorretal em jovens adultos e dietas com bebidas açucaradas.

Um estudo publicado pela revista médica Gut investigou a ligação entre o aumento da incidência do câncer colorretal e de cólon entre jovens adultos e o consumo de bebidas açucaradas, como refrigerantes.

Em entrevista à CNN nesta terça-feira (3), o oncologista e fundador do Instituto Vencer o Câncer, Fernando Maluf, explicou que a pesquisa envolveu quase 100 mil enfermeiras, no período de 1991 até 2015.

Segundo ele, o grande mérito dos cientistas foi incluir 40 mil enfermeiras que começaram a ingerir as chamadas “bebidas doces” – refrigerantes, energéticos e chás adoçados – entre 13 e 18 anos de idade.

“A gente começa a perceber que realmente o risco de câncer vai aumentando de modo considerável em quem toma mais de 250 ml por semana de bebidas açucaradas, quem consome pode aumentar o risco de câncer entre 35 e 40% em relação a quem não ingere as bebidas”, disse Maluf.

O oncologista afirmou, no entanto, que “quanto mais tarde começar a ter o hábito, menor é o risco da doença no futuro”. Desta forma, ele analisa que o estudo serve de alerta para pais impedirem o consumo excessivo de bebidas açucaradas para as crianças.

Fernando Maluf defendeu também um rigor maior da fiscalização e propaganda, como foi feito com o cigarro: “Do mesmo jeito do combate ao tabagismo, o mesmo princípio deve ser aplicado a esse tipo de bebida, rever taxação de impostos, para aumentá-la, e colocar nas embalagens os danos que elas podem causar.”

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT