Coronavírus: Estado descarta casos suspeitos em duas cidades do interior de SP

clique na imagem e saiba mais

Atualmente, quatro casos suspeitos são monitorados no estado.

A Secretaria de Saúde de São Paulo divulgou nesta quarta-feira (5) que os três casos suspeitos de coronavírus na região de Campinas (SP), nas cidades de Paulínia (2) e Americana (1), foram descartados. Atualmente, quatro casos suspeitos são monitorados no estado, na capital e em Bauru. Não há nenhum caso confirmado da doença no Brasil.

Em Americana, a paciente que estava com suspeita de infecção pelo novo coronavírus é uma criança de 3 anos, que teve registro de visita à China e recebeu cuidados em casa em isolamento domiciliar.

Em Paulínia, os dois casos estavam relacionados: eram investigados os sintomas de um morador do município que esteve na China, e também a enfermeira que atuou em seu atendimento.

Em nota, a Secretária de Saúde do Estado destaca que a investigação dos casos é realizada pelas secretarias municipais, “com apoio técnico da pasta estadual”, e as amostras biológicas são enviadas para análise no Instituto Adolfo Lutz.

“Os exames consistem numa análise que detecte o genoma do vírus, por meio do chamado PCR (sigla em inglês que significa “Reação em cadeia da polimerase”). São feitos a partir da a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou coleta de secreções da boca e nariz), que deve ser realizado pelo hospital que atendeu o caso suspeito e encaminhado ao laboratório de saúde pública do Estado de São Paulo. Os resultados são comunicados pelo Lutz ao município de residência do paciente, responsável por notificar o descarte ou confirmação do caso”, diz a nota.

O que fazer

Segundo o Estado, os quatro casos suspeitos atualmente apresentaram sintomas e histórico de viagem à China.

“É fundamental procurar o serviço de saúde mais próximo se a pessoa apresentar sintomas como febre, dificuldade para respirar, tosse ou coriza, associados aos seguintes aspectos epidemiológicos: histórico de viagem em área com circulação do vírus (consulte os sites indicados no final do texto), contato próximo caso suspeito ou confirmado laboratorialmente para coronavírus.”

Dicas de prevenção

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;
  • Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.