Corpo de Bombeiros alerta população sobre queimadas em Araras, SP

O tempo seco, a escassez de chuvas, deixa a vegetação suscetível a queimadas, mas na maioria das vezes esse crime ocorre por ação humana.

Nos últimos dias, o Corpo de Bombeiros de Araras (SP), tem atendido inúmeras ocorrências de queimadas, ocorrências essas que estão trazendo imenso prejuízo ao meio ambiente, a saúde e ao patrimônio.

Uma delas nossa reportagem acompanhou na tarde de domingo (25), onde uma grande áres de mata e plantação de cana-de-açucar, às margens da Rodovia Wilson Finardi (SP-191), no trecho entre Araras e Rio Claro, no interior de São Paulo. Assista abaixo:

O tempo seco, a escassez de chuvas, deixa a vegetação suscetível a queimadas, mas na maioria das vezes esse crime ocorre por ação humana. Para evitar este problema que tem se tornado frequente, o Corpo de Bombeiros traz as seguintes orientações:

– Os lotes vagos devem ser mantidos limpos. Quando não se encontrarem nessa situação, o Corpo de Bombeiros orienta aos proprietários de residências vizinhas as estes que providenciem um aceiro ao longo da divisa, de forma a evitar que a vegetação fique próximo ao muro e em casos de incêndio esse fogo possa atingir seus bens;

– Não utilize de fogo para realizar a limpeza de lotes ou outra qualquer área, você pode perder o controle e causar um grande incêndio;

– Realize aceiros nas fazendas ao longo das divisas e mantenha as áreas limpas próximo às casas, currais, barracões, celeiros entre outros bens;

– Ao realizar acampamentos, seja bastante cuidadoso na hora de acender fogueiras, velas e lampiões. Só acenda as fogueiras após limpar bem o local, retirando completamente a vegetação em volta. Procure fazer sua fogueira em local aberto, como por exemplo, numa clareira ou à beira do rio, para que o fogo não prejudique os galhos e folhas das árvores que estejam em volta ou acima dela. Quando não for mais utilizar a fogueira, certifique-se que as brasas estão apagadas e resfriadas. Se possível, enterre as sobras de material (carvão, brasas e cinza). Não jogue os restos da fogueira no rio. Nunca se ausente do acampamento, deixando para trás a fogueira acesa ou com torrões em brasa.

– Não jogue lixo por ai, alguns materiais podem se aquecer ao sol e dar origem a uma queimada;

– Ao trafegar pelas estradas e rodovias, não lance pontas de cigarro pela janela do veículo, pois com a baixa umidade desse período, a vegetação seca se incendeia com muita facilidade.

Pequenas atitudes podem fazer grandes diferenças. Seja sempre um amigo da natureza. Faça a coisa certa!

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT