Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp

Ex-atacante fez 368 gols pelo clube alvinegro da Vila Belmiro.

Nesta segunda-feira morreu o ex-atacante Coutinho, com 75 anos, um dos ídolos da história do peixe da Vila Belmiro e campeão do mundo em 1962, na Copa do Mundo no Chile.

O motivo foi infarto agudo do miocárdio em decorrência de diabetes e hipertensão arterial sistêmica, de acordo com o médico Milton Mattozinho.

Nas redes sociais o time da Baixada Santista prestou homenagem ao ex atleta e ídolo que jogou ao lado de Pelé.

Ex jogador Cotinha tinha diabetes, doença que levou à amputação de três dedos do pé esquerdo. No mês de janeiro, ele foi internado na cidade de Santos com uma pneumonia.

História

Nascido em Piracicaba no dia 11 de junho de 1943. Antônio Wilson Honório estreou no Santos em 1958, com apenas 14 anos. Jogando no time da baixada até 1967 e depois entre 1969 e 1970.

Marcou 368 gols com a camisa do Santos, sendo o maior artilheiro do clube com 457 jogos, ficando atrás de Pepe, com 403 gols e Pelé, com 1091 gols.

Com o lendário ataque Coutinho formou ataque com Dorval, Pelé e Pepe.

Ao lado de Pelé, Coutinho formou uma das maiores duplas de ataque do futebol brasileiro — Foto: Arquivo/Santos FC

Sendo campeão paulista em 1960, 1961, 1962, 1964, 1965 e 1967, venceu cinco vezes a Taça Brasil, de 1961 a 1965, depois reconhecida como Brasileiro, além das Libertadores e dos Mundiais de Clubes de 1962 e 1963.