Covid-19: comércio permanece aberto com restrições de público e horário em Araras, SP

Cidade continua na Fase 2 do Plano São Paulo, após atualização apresentada nesta quarta-feira (10); maioria do Estado teve ampliação de restrições.

O município de Araras (SP) permanece na Fase 2 do Plano São Paulo, que permite a abertura do comércio varejista, escritórios, prestadores de serviço e concessionárias, além de demais segmentos considerados essenciais que já estavam em atividade desde o início da pandemia do novo coronavírus, causador da covid-19.

A atualização das medidas que envolvem isolamento social foi apresentada nesta quarta-feira (10), pelo Governo do Estado de São Paulo, e passa a vigorar a partir de segunda-feira (15) – a quarentena no Estado foi prorrogada para até dia 28 de junho.

clique na imagem e saiba mais

A maioria das regiões paulistas teve ampliação das restrições, retrocedendo à fase anterior – apenas Grande São Paulo e litoral avançaram no relaxamento e entrarão, a partir da semana que vem, também na Fase 2. A região de Piracicaba, onde Araras está inserida, permaneceu sem alterações na classificação estadual.

A situação das cidades, de acordo com o Governo Estadual, será reavaliada a cada 15 dias, podendo o município passar para a fase seguinte ou retroceder, dependendo de indicadores de saúde e de isolamento social.

“Conseguimos manter a mesma classificação do início do mês, mas precisamos da colaboração de todos para avançarmos para as etapas seguintes da retomada econômica. Peço que a população só saia de casa em caso de necessidade e use sempre máscara”, reforça o prefeito Junior Franco.

O atendimento ao público no comércio continua apenas das 10h às 14h, seguindo restrições determinadas pelo Governo do Estado e em comum acordo com a Acia (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Araras).

Uso de máscara, disponibilização de álcool em gel, distanciamento social e utilização máxima de 20% da capacidade do local estão entre as regras que devem ser seguidas durante o funcionamento.

Permanece proibido o atendimento presencial em academias de ginástica, bares, restaurantes e pizzarias, salões de beleza e estética e barbearias. Missas e cultos religiosos presenciais também seguem proibidos.

O atendimento por delivery e drive thru continua permitido para serviços oferecidos por comércio alimentício de rua, bares, restaurantes e similares, como anteriormente.

O descumprimento da lei está sujeito a punições e multa aos infratores. Denúncias podem ser feitas junto à Guarda Civil Municipal pelos telefones 153 e 3543-1532.