Cras Pró-Arara devolveu 77 aves à natureza no primeiro semestre em Araras, SP

Ao todo, 108 novos animais foram atendidos no local; Atualmente, o Cras Pró-Arara possui 86 aves que ainda estão em quarentena, recuperação, readaptação e reabilitação.

O Centro de Recuperação de Animais Silvestres (Cras Pró-Arara) recebeu 108 aves, no primeiro semestre de 2021 em Araras (SP).

A maioria das aves são resgatadas ou entregues por munícipes ou por apreensão da Polícia Ambiental e geralmente pertencem a família do Psitacídeos (Psittacidae), que são as araras, maritacas, papagaios, periquitos, além de aves de outras espécies como os gaviões e falcões (Falconidae) e também tucanos (Ramphastidae).

De todas as aves recebidas, 31 foram soltas sem reabilitação, o que corresponde aos casos de animais selvagens já acostumados com o meio natural e que necessitavam apenas de cuidados veterinários. Além disso, 46 aves foram reabilitadas e consideradas aptas à vida selvagem. Por fim, cerca de 39 aves faleceram, sendo em grande parte filhotes.

 “Algumas destas aves passam pelo processo de taxidermia, que posteriormente serão utilizadas no museu do CRAS Pró-Arara para trabalhos de educação ambiental ou doados a instituições de ensino”, explicou Fábio Luiz Cassiano, biólogo responsável pelo Biólogo Responsável pelo Cras.

Atualmente, o Cras Pró-Arara possui 86 aves que ainda estão em quarentena, recuperação, readaptação e reabilitação, em sua grande maioria, araras canindé, papagaios e maritacas.

“Devido a Pandemia ds Covid-19, as atividades de visitação no Centro de Educação Ambiental (CEA) foram paralisadas sem uma data para retorno. É um trabalho de conscientização da população sobre a importância dos cuidados com o meio ambiente, principalmente daqueles ligados à fauna, tais como tráfico e comércio ilegal de animais e queimadas em matas nativas”, comentou o secretário de Meio Ambiente, Rodolfo Bergamin. 

Para mais informações sobre os trabalhos que são feitos, siga a página do CRAS Pró-Arara no Facebook (https://www.facebook.com/CRASPROARARA/). Caso veja alguma ave que precise de cuidado entre em contato pelo telefone (19) 3542-3538 para obter orientações de como proceder nestes casos.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT