Criminosos invadem o Detran e levam 1,2 mil documentos no litoral de SP

Segundo o Detran-SP, sequências numéricas dos documentos furtados já foram canceladas no sistema e não podem mais ser utilizadas.

Criminosos invadiram o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Mongaguá, no litoral de São Paulo, e levaram cerca de 1,2 mil documentos em branco que estavam em um cofre na unidade. Os papéis levados eram certificados e deveriam ser usados pelos criminosos em falsificações. Porém, o entanto, o Detran-SP informou nesta sexta-feira (28), que já determinou o bloqueio dos documentos.

O Detran fica na Avenida Marina, no Jardim Luna Mar, no térreo de um prédio onde há quatro apartamentos nos andares de cima. O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira (26), mas só foi notada pela manhã quando funcionários chegaram no local, às 7h30.

clique na imagem e saiba mais

A Polícia Militar foi acionada assim que os funcionários perceberam que a porta estava arrombada. Os policiais constataram que foi utilizada uma alavanca para abrir a porta de ferro à força. A segunda porta, de vidro, teve a fechadura forçada até que os criminosos conseguissem entrar no local.

Em seguida, os policiais encontraram as gavetas reviradas e um cofre de 200kg com a abertura arrombada. Os criminosos conseguiram levar 531 Certificados de Registro de Veículo (CRVs) e 684 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLVs) em branco, que ainda seriam preenchidos conforme demanda.

O local não tem sistema de alarme ou câmeras de monitoramento instaladas. O caso foi registrado na Delegacia de Mongaguá. A Polícia Civil afirma que as investigações foram iniciadas, mas que uma perícia já foi requisitada “para identificar eventuais vestígios que possam trazer elementos aptos ao estabelecimento da autoria do crime”.

Em nota, o Detran-SP disse que as sequências numéricas dos documentos furtados já foram canceladas no sistema, não sendo possível mais utilizá-las para qualquer tipo de operação. Além disso, desde maio deste ano, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) no Estado de São Paulo passou a ser totalmente digital e a versão impressa não é mais emitida.