Criminosos usam veículo de combate à dengue para assalto em residência na cidade de Limeira, SP

Servidora foi mantida como refém e assaltantes se passaram por agentes de saúde para entrar em uma casa, de onde levaram R$ 10 mil em semi-joias, relógio, perfumes e outros itens.

Criminosos roubaram um veículo da equipe de combate à dengue da Prefeitura de Limeira (SP) e utilizaram o carro oficial para um assalto em uma residência, se passando por agentes de saúde, na manhã desta segunda-feira (27). Uma servidora foi mantida refém durante uma hora e meia.

De acordo com a assessoria de imprensa do governo municipal, a servidora estava a serviço, trabalhando na região do Jardim Morro Branco, quando foi abordada pelos criminosos. Ela foi encontrada ainda pela manhã e passa bem.

A moradora da casa onde ocorreu o roubo, uma empresária de 44 anos, informou à Polícia Civil que, durante a manhã, uma moça e um rapaz estavam com o veículo e pranchetas, se apresentando como agentes e pedindo para realizarem vistorias da campanha de prevenção à dengue.

clique na imagem e saiba mais

A vítima relatou que deixou que os dois entrassem em sua casa, pois na semana anterior não teria permitido que a vistoria fosse realizada, para não se atrasar para um compromisso.

Quando estavam nos fundos do imóvel, o rapaz sacou um revólver e disse que queria apenas um cofre. De acordo com o boletim de ocorrência, o assaltante começou a fazer perguntas referentes à casa da vizinha da empresária. Por conta disso, ela acredita que sua casa foi invadida por engano.

Um terceiro criminoso entrou no imóvel e o trio levou R$ 10 mil em semi-joias, um relógio, dois vidros de perfumes importados, uma bolsa e mochila com documentos.

Antes de deixarem o local, o trio amarrou a empresária e o filho dela e levaram todas as chaves da casa e o controle do portão automático. Quando se soltaram, mãe e filho acionaram a polícia.

Após o assalto, o veículo foi abandonado no mesmo bairro. Os assaltantes não foram localizados até a última atualização desta reportagem.

Alerta

A prefeitura informou também que o caso está sendo investigado pela Polícia Civil e foram recuperados uniforme, crachá e tablet que estavam no veículo oficial.

“A prefeitura ressalta que, uma vez que o veículo e o uniforme utilizados no roubo foram recuperados, a população não deve impedir a entrada dos agentes de controle de zoonoses, sempre uniformizados e com crachá. Em caso de dúvida, o munícipe deve ligar no 3441-3548 para verificar o nome da pessoa que realiza a visita domiciliar”, acrescentou.