#CulturaEmCasa: Claudio Lins canta Chico Buarque em live neste sábado (26)

Programação de fim de semana também tem show da cantora Ju Moraes e a apresentação do espetáculo Fala Comigo.

A plataforma #CulturaEmCasa, a primeira plataforma de streaming de conteúdo cultural das mais diferentes linguagens artísticas, totalmente gratuita, traz nesta 6ª feira (25/6), a live da cantora Ju Moreira; homenagem a Chico Buarque com o ator e cantor Claudio Lins; e o espetáculo Fala Comigo, com as atrizes com Bianca Di Priolo e Fernanda Degolin e direção de Carolina Guimarães, sempre às 21h30. A programação integra o Festival #CulturaEmCasa, veiculado pela plataforma #CulturaEmCasa. Criada em abril do ano passado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e com gestão da Organização Social Amigos da Arte, a plataforma já registrou 5,6 milhões de visualizações. (Veja a programação deste fim de semana abaixo).

Na 6ª feira, (25/06), às 21h30, a cantora Ju Moraes apresenta show inédito, junto com a violonista Marília Sodré e a percussionista Alana Gabriela. O trio vai trazer no repertório músicas da artista, além de canções do samba, pop e MPB e também clássicos do forró, executados em um formato especial, para homenagear o São João. A cantora lançou em 2020 o álbum Ju Ao Vivo, com 20 faixas, sendo 10 autorais, entre inéditas e releituras, gravado ao vivo, em um show gravado na Sala do Coro do Teatro Castro Alves com uma sonoridade mais pop e MPB.

Chicoteatro é a live do sábado (26/6). O cantor e ator Claudio Lins canta Chico Buarque. Nessa homenagem ao escritor e músico Chico Buarque e à sua obra composta para os palcos, o ator e cantor Claudio Lins traz um minucioso trabalho de pesquisa para montar um dos repertórios mais ricos do nosso cancioneiro, em canções inesquecíveis compostas especialmente para peças musicais ou balés, onde cada música carrega sua própria história e histórias de seu tempo e de seus intérpretes. Assim, vamos conhecer mais sobre o espetáculo Gota Dágua e sobre sua protagonista Bibi Ferreira, antes de entrar em contato com letras e melodias tão intensas. No palco, além de cantar, Claudio imprime toda a sua vivência de ator de teatro, cinema e televisão para, sutilmente, encarnar personagens masculinos e femininos sem nenhum pudor. E ao cantar “Viver de amor”, da Ópera do Malandro, aproveita para homenagear sua mãe Lucinha Lins, que encarnou a personagem Vitória Régia numa grande montagem em 2003.

E, no domingo (27/6) é a vez da livre encenação Fala Comigo. Um e-Teatro verticalizado na obra de Tennessee Williams, com direção de Carolina Guimarães. O elenco é composto pelas atrizes Bianca Di Priolo e Fernanda Degolin. Fala Comigo é a história de encontro de uma única pessoa. Decretado o isolamento social, uma mulher se vê isolada e perdida não só nas paredes de sua casa, mas internamente. Para evitar o silêncio, ela resolve conversar consigo mesma, conhecendo sua própria solidão e percebendo que o distanciamento era muito maior do que o social.

“A plataforma #CulturaEmCasa tem como objetivo ampliar o acesso da população a conteúdos culturais de qualidade e contribuindo para estimular a difusão cultural para todo país, disponibilizando conteúdos da mais diferentes linguagens artísticas”, afirma Danielle Nigromonte.

Sobre #CulturaEmCasa

Lançada em 21 de abril de 2020, a plataforma tem a missão de ampliar o acesso da população a conteúdos culturais de qualidade, 100% gratuitos e difundir a intensa produção cultural do Estado de São Paulo, seus equipamentos e municípios. Até o momento, a plataforma registrou 5,6 milhões de visualizações em 3 mil conteúdos disponibilizados, atingindo 3.500 cidades e 157 países. E envolvendo 15.483 profissionais do setor. Este ano, em comemoração ao aniversário de um ano, o #CulturaEmCasa, transmitiu lives de artistas como Tom Zé, Angela Ro Ro, Oswaldo Montenegro e Camila Pitanga.

A ferramenta reúne também conteúdos do Teatro Sérgio Cardoso, do Museu da Diversidade Sexual e das instituições da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, entre as quais a OSESP, a Jazz Sinfônica, a Pinacoteca, a São Paulo Companhia de Dança, o Conservatório de Tatuí, o Projeto Guri, Fábricas de Cultura, TV Cultura, Poiesis, Bibliotecas, e os Museus da Imagem e do Som, do Futebol, Índia Vanuíre, Casa de Portinari Felícia Leirner/ Auditório Claudio Santoro.

A ideia de difundir o conteúdo produzido por São Paulo se expandiu e a plataforma #CulturaEmCasa firmou parcerias com outras Secretarias Estaduais de Cultura, dentro do projeto Ponte Aérea. Atualmente a plataforma detém e transmite conteúdos do Rio Grande do Sul, como por exemplo, o “Festival de Cinema Negro em Ação” e os concertos da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre; o projeto “Música Conecta” com o Espírito Santo Este mês também foi lançada parceria com o estado do Ceará, em que são transmitidos eventos artísticos de grande porte do cenário cearense como o “Cineteatro São Luiz”, “Porto Dragão Sessions” e “Zona de Criação”.

Sobre a Amigos da Arte

A Amigos da Arte, Organização Social de Cultura responsável pela gestão dos teatros Sérgio Cardoso e de Araras e do Museu de Diversidade Sexual (MDS), trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da Amigos da Arte, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos. Em seus mais de 15 anos, a entidade desenvolveu 58 mil ações que atingem mais de 25 milhões de pessoas.

Plataforma #CulturaEmCasa

www.culturaemcasa.com.br

Redes Sociais:

https://www.facebook.com/culturaemcasasp/

https://www.instragram.com/culturaemcasasp/

https://twitter.com/culturaemcasasp

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT