Cursos online são oportunidades para profissionais da construção civil em meio à pandemia

Pesquisas do CBCA e da ABCEM apontam falta da mão de obra capacitada para atender o crescimento da construção industrializada em aço no Brasil.

A instauração de novas medidas de segurança contra a Covid-19 refletiu em diversas mudanças na vida dos trabalhadores brasileiros, inclusive com relação à capacitação e atualização profissional, que passaram a ser feitas de forma online devido à necessidade de distanciamento social.

Com essas mudanças na metodologia, muitos cursos que antes eram oferecidos de forma presencial se tornaram mais acessíveis e práticos para alunos que antes precisariam se locomover a outras cidades ou estados para cumprirem a carga horária.

O engenheiro e empresário Bruno Marani Siciliano é um dos alunos assíduos dos cursos do CBCA, que aproveitou a adaptação dos programas para seguir com sua atualização no setor. Ganhador da 1ª edição do Concurso para Estudantes de Engenharia do CBCA, em 2018, ele conta que conheceu as qualificações após ser premiado com vagas para algumas turmas.

“Assim que me formei, abri minha empresa junto ao meu sócio e, desde então, os cursos têm nos dado embasamento, principalmente em projetos de LSF, galpões, pontes vicinais, edifícios, entre outros. Paralelamente, realizo o meu mestrado na Universidade Federal de Minas Gerais, porque vejo a qualificação profissional como a melhor forma de mostrar diferencial e comprometimento aos nossos clientes”, diz.

A maior facilidade para dar continuidade à qualificação profissional de forma online pode contribuir positivamente para um cenário encontrado nas pesquisas mais recentes realizadas pelo Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) e Associação Brasileira da Construção Metálica (ABCEM), que mostram a dificuldade do setor para encontrar mão de obra treinada e capacitada para atender ao crescimento da construção industrializada no Brasil. Realidade percebida também, no Sul de Minas, pela empresa de Bruno. Em oito meses de atuação, foram mais de 50 projetos estruturais realizados na região.

“Em Minas Gerais, temos grandes empresas especializadas no setor, mas elas se concentram nas metrópoles e, nas cidades menores, não é tão fácil encontrar profissionais que tenham conhecimento para trabalhar com estruturas, galpões, pontes ou edifícios. Isso acaba se tornando uma oportunidade para nós que temos esse diferencial e entregamos projetos em cima desse material”, conta.

Para o CBCA, esse panorama poderá contribuir também com o conceito de desenvolvimento ambientalmente sustentado, na medida em que mais estudantes busquem conhecer as vantagens e as tecnologias relacionadas com a construção em aço. O aço é material 100% reciclável podendo retornar aos fornos sob forma de sucata e se tornar um novo aço, sem perda de qualidade.

A construção com estruturas em aço utiliza tecnologia limpa, reduz sensivelmente os impactos ambientais na etapa de construção e, concluída a obra, garante segurança e conforto aos ocupantes da edificação, fora as vantagens já conhecidas como redução de prazos, liberdade de criação no projeto arquitetônico, flexibilidade e compatibilidade com outros materiais.

Cursos à distância

Desde 2005, quando o CBCA passou a investir esforços na capacitação de estudantes e profissionais ligados à área de construção civil, mais de mil alunos foram formados nos mais diversos ramos da construção industrializada em aço.

Durante a pandemia, a entidade desenvolveu um método denominado como “Cursos Presenciais #FiqueEmCasa’ – além dos cursos que já eram aplicados de forma online – com o intuito de continuar atendendo às expectativas dos alunos com conteúdo interativo, que mescla estudos acadêmicos e casos reais.

Para acessar os programas completos de todos os cursos ofertados pelo CBCA, acesse o site www.cbca-acobrasil.org.br e escolha entre as opções na aba “capacitação”.

Sobre o CBCA

O Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) é uma entidade de classe, criada em 2002, com o objetivo de ampliar a participação da construção industrializada em aço no mercado nacional, realizando ações para sua divulgação e apoiando o seu desenvolvimento tecnológico no Brasil.

O CBCA tem como gestor o Instituto Aço Brasil e não é uma entidade comercial. Para acessar os últimos dados divulgados pela entidade, acesse: www.cbca-acobrasil.org.br/site/estatisticas.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT