Dançarinos com síndrome de Down conquistam 2º lugar em Festival Internacional

Grupo ‘Down Dance’ participou de Festival Internacional de Dança do Mercosul, que foi realizado na Argentina. Eles conquistaram o troféu de segundo lugar na categoria especial do festival.

O grupo “Down Dance”, formado por dançarinos com síndrome de Down, de Limeira (SP), voltou da Argentina nesta segunda-feira (9), após participar do Festival Internacional de Dança do Mercosul, com a bagagem mais pesada: eles conquistaram o troféu de segundo lugar na categoria especial do festival.

O Down Dance abriu o quarto dia de evento com a apresentação ao ritmo da música Uptown Funk, de Mark Ronson e Bruno Mars, coreografada pelo professor do grupo. A plateia, que acompanhou toda a apresentação com palmas e gritos de incentivo, ovacionou os dançarinos de Limeira.

As notas dos quatro jurados ficaram entre 8.5 e 9, o bastante para o grupo trazer o troféu de vice-campeão para casa.

Grupo ‘Down Dance’ foi convidado para representar um Brasil em Festival de Dança Internacional — Foto: João Baxega

Desenvolvimento

O grupo foi criado por uma associação de pais que queria que a dança fosse um recurso a mais para o desenvolvimento dos filhos com síndrome de Down.

Ao perceber a desenvoltura dos integrantes, o coreógrafo Bhetto Bastelli conta que começou a levar o grupo para pequenas apresentações e, depois, para concursos regionais, e o resultado foi surpreendente.

“Quando eu cheguei aqui, eles eram quietinhos, tinham medo. Hoje, quando a gente chega nos festivais, eles conversam com todo mundo, com todos os bailarinos”, contou Bastelli antes da viagem.

Em 25 anos de história, o Festival Internacional de Dança do Mercosul nunca havia recebido um grupo formado exclusivamente por pessoas com síndrome de Down. O grupo conseguiu a vaga após a conquista de dois prêmios em um festival realizado em Pirassununga (SP), em 2018.

Sem condições financeiras, eles contaram com a ajuda de amigos e familiares para bancar as despesas da viagem.