Decreto Municipal permite funcionamento de comércio e atividades religiosas somente até às 19h em Leme, SP

A íntegra das medidas de combate à COVID-19 pode ser consultada no Decreto Municipal Nº 7.680, de 02 de Junho de 2021.

A partir de quinta-feira (3) até a próxima segunda-feira (7), todo comércio da cidade de Leme (SP), pode funcionar somente até as 19h! Delivery está liberado até às 23h.

Estão autorizadas a funcionar, das 6h às 19h, respeitando em 30% a capacidade de atendimento ao público, as atividades abaixo, mantendo rigorosa adoção dos protocolos sanitários necessários.

Comércios e prestadores de serviços, inclusive galerias e estabelecimentos congêneres; Atividades religiosas presenciais; Restaurantes e similares; Salões de beleza, barbearias, clínicas de estética e congêneres; Atividades culturais, tais como museus, galerias, centros culturais, bibliotecas, cinemas, teatros e salas de espetáculos.

Parques públicos e clubes sociais;Academias de esporte de todas as modalidades e centros de ginástica; O serviço de delivery está permitido estritamente até às 23h.

As disposições contidas neste decreto não se aplicam aos bares, que deverão permanecer sem atendimento presencial ao público, de acordo com a Fase Vermelha do Plano São Paulo.

Fica proibida a realização de quaisquer tipos de shows, eventos e apresentações musicais ou festivas, para os estabelecimentos autorizados a funcionar, como também aos organizados por particulares, e qualquer tipo de anúncio midiático para veiculação dos mesmos.

Fica proibida, ainda, a utilização dos passeios públicos para colocação de mesas e cadeiras.

 

É recomendado que não haja reunião ou concentração de pessoas nos espaços públicos, em especial nos parques, praças e outros locais de lazer coletivo.

É recomendado que não haja circulação de pessoas no âmbito do Município de Leme, no período compreendido entre às 20h e 05h.

A inobservância dos regramentos contidos no presente Decreto sujeita o estabelecimento a interdição por todo o período de quarentena, ou seja, até o dia 14 de junho de 2021.

Os estabelecimentos que tenham por objeto atividades consideradas essenciais devem respeitar as mesmas determinações de horário e adoção de protocolos sanitários contidos neste novo decreto, com exceção de farmácias, postos de combustíveis e atividades voltadas ao atendimento da saúde populacional.

 

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT