Depois de matar a tiros uma enfermeira, homem morre em acidente na Rodovia Anhanguera

O delegado Dr. Eduardo Henrique Palmeira Campos levanta a hipótese de suicídio do autor do crime.

Um guarda civil municipal na cidade de Guaxupé, Minas Gerais, matou a tiros sua ex-namorada “Jo Stênico”, de 40 anos, na manhã desta quinta-feira, no centro de Porto Ferreira (SP).

A informação inicial é que o assassino estava nas proximidades da residência da enfermeira, aguardando a sua chegada e ao avistá-la efetuou diversos disparos contra a mesma, que acabou falecendo no local, em uma calçada da rua João Salgueiro, no centro da cidade de Porto Ferreira.

Logo após cometer o feminicídio o assassino entrou em seu veículo, um GM Astra, prata e se evadiu do local seguindo pela Rodovia Anhanguera no sentido Pirassununga (SP), porém, em determinado local acabou colidindo violentamente contra a traseira de um caminhão, vindo também a óbito no local.

Em declaração ao jornal EPTV, o delegado Dr. Eduardo Henrique Palmeira Campos levanta a hipótese de suicídio do autor do crime, pois de acordo com ele o conta giros do veículo “estava travado” em cinco mil giros, o que mostra que o veículo estava em alta velocidade.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT