Deputada ré por matar marido recebeu R$ 10 milhões em emendas em 2020

Rio de Janeiro -25 06 2019 A deputada federal Flordelis (PSD) fala sobre a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo. (Foto: Fernando Frazão Ag.Brasil

Só em 2020, o governo liberou para Flordelis R$ 10,1 milhões em emendas parlamentares. Para força-tarefa Lucas 12, deputada federal é a mandante do assassinato de seu marido, executado com mais de 30 tiros em 2019.

Segundo a força-tarefa da Operação Lucas 12, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) é a mandante do assassinato de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, executado com mais de 30 tiros em 16 de junho de 2019.

A deputada não pôde ser presa por causa da imunidade parlamentar. Pessoas com imunidade parlamentar só podem ser presas quando há flagrante de crimes inafiançáveis passíveis de prisão.

Segundo a polícia, antes do assassinato a tiros, Flordelis começou a tentar matar o marido em maio de 2018, botando arsênico na comida dele.

clique na imagem e saiba mais

A deputada continua no cargo e recebeu altas verbas de emendas parlamentares do governo federal. Somente no ano passado, o governo liberou para a deputada R$ 10.140.454,00 (R$ 10,1 milhões) em emendas parlamentares.

Todos os pleitos foram descritos pela deputada como voltados para o atendimento em saúde no estado do Rio de Janeiro.

Os dados constam no Portal da Transparência do Governo Federal, mas não informam a data precisa em que os valores foram pagos.

As mais altas cifras foram pleiteadas para a saúde e para a atenção básica da capital fluminense: são duas no valor exato de R$ 2.220.227,00. Há, ainda, três emendas no valor de 1,5 milhão de reais liberadas para assistência hospitalar e ambulatorial nas cidades do interior: Saquarema, Campo dos Goytacazes e Tanguá. Outra emenda, de R$ 1,2 milhão, foi designada com o mesmo rótulo para unidades de saúde na cidade de Rio Bonito.

De tornozeleira eletrônica, e juntamente a um grupo de aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Flordelis apoiou e chegou a fazer campanha para o novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), em incursão pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e pelo Palácio Guanabara, onde o comboio parlamentar foi recebido pelo governador em exercício, Cláudio Castro.

ÁGIL DPVAT

Fontes: Veja e G1