Dia Nacional do Sorvete: setor comemora volta dos clientes e espera melhora com a chegada do verão

Como ocorreu com outros setores, o do sorvete também foi bastante afetado com a pandemia.

O queridinho de muita gente nesse calor tem um dia só para ele, mais do que merecido. Hoje é comemorado o Dia Nacional do Sorvete, responsável pelo alívio do calorão nos dias mais quentes. A data é comemorada todo dia 23 de setembro e foi criada com o objetivo de celebrar o início das temperaturas mais altas do ano, já que é nesta época que o consumo de sorvete no país aumenta

Como ocorreu com outros setores, o do sorvete também foi bastante afetado com a pandemia. Alguns mais e outros menos, mas todo mundo foi afetado, já que menos gente circulando significa menos produto vendido. 

As coisas estão mudando e as expectativas para as vendas até o fim do ano são as melhores possíveis, como explica Leonardo Antonelli Guimarães, da indústria de sorvetes El Patrón, que poduz as famosas Paletas Mexincanas na cidade de Araras (SP). “A pandemia trouxe um impacto muito forte na indústria de sorvete no geral, de qualquer maneira, até pelas altas temperaturas, espera-se sim uma recuperação nas vendas. Nós do ramo de sorveteria estamos bem esperançosos e a estimativa é de calorão ”.

Sobremesa favorita no calor

O aumento da temperatura é um indício do término do inverno e da chegada da primavera, que começa no dia 23 de setembro. Com o início do calor típico da estação das flores, comemora-se também, nessa mesma data, o Dia do Sorvete. No Brasil, a sobremesa, é uma das favoritas em dias de calor.

Até por conta do clima tropical, o sorvete conquistou os brasileiros. As opções são muitas, que vão desde Picolés, até os Gelatos Italianos, a sobremesa é uma saborosa e refrescante opção para suceder uma refeição.

Origem do sorvete

O sorvete surgiu há mais de quatro mil anos na China, a partir de uma mistura de leite, arroz e neve, formando uma sobremesa que se assemelha a um granizado – bebida à base de gelo. Foi apenas no século XIII, que a iguaria chegou à Europa, levada pelo explorador Marco Pollo e, de lá, veio para o Brasil.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT