DISE detém 11 durante operação de combate ao crime em SP

A ação foi deflagrada com o empenho de outras unidades especializadas da Polícia Civil para combater o tráfico de drogas.

A Polícia Civil deteve, nesta segunda-feira (3), 11 pessoas durante cumprimento de mandados de prisão temporária e de busca e apreensão relacionados à inquéritos policiais que apuram ocorrências de tráfico de drogas na cidade de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo. Durante a operação, foram apreendidas drogas, armas, dinheiro, celulares e um veículo.

Após intenso e minucioso trabalho investigativo, que incluiu a interceptação telefônica de diversas linhas utilizadas pelos suspeitos, agentes da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) comprovaram não só a venda de drogas, como também descobriram um local destinado à plantação e cultivo de maconha por meio de uma estufa.

clique na imagem e saiba mais

Foram então expedidos pela Justiça mandados de busca e de prisão temporária, que foram cumpridos durante diligências deflagradas com o empenho do efetivo e frota da Dise, com apoio do Setor de Investigações Gerais (SIG) e do Grupo Armado de Repressão a Roubos (Garra) da Seccional de Franco da Rocha, totalizando mais de 20 policiais e oito viaturas.

Os trabalhos resultaram na detenção de 11 pessoas, sendo que dos presos temporariamente foram também presos em flagrante e outros dois adolescentes foram apreendidos. Além disso, ainda foram encontradas e recolhidas uma plantação de maconha em estufa e 21 porções menores da mesma droga, 443 porções de cocaína, 34 de crack e 50 de skunk.

Durante as buscas também foram localizadas uma espingarda .32, uma pistola.380 com dois carregadores, um revólver .38, uma pistola .380 e aproximadamente 80 munições de calibres diversos.

Também foram apreendidos R$ 18 mil provenientes do tráfico de drogas, anotações da movimentação financeira dos esquemas e um veículo. Todo o material foi periciado e encaminhado ao setor de inteligência para auxiliar nas próximas etapas da investigação. A Polícia Civil prossegue com as diligências.