DOPE prende na capital paulista homem que matou caminhoneiro a tiros em Araras, SP

PUBLICIDADE

A informação acaba de ser confirmada ao site Repórter Beto Ribeiro, pelo delegado Tabajara Zuliani dos Santos.

Na tarde desta terça-feira (24), o autor da morte de um caminhoneiro na cidade de Araras (SP), foi preso pelo DOPE – Departamento de Operações Policiais Estratégicas, com base nas informações passadas pelo Setor de Inteligência da Polícia Civil de Araras, que não parou com os trabalhos investigativos um só minutos desde que o caso aconteceu.
Ele foi preso em São Paulo (SP), no bairro Butantã, situado na Zona Oeste do município, levou os policiais até onde estava o carro Renault/Mégane usado no crime, entregou duas armas, um “treizoitão” e uma pistola, além de munições que estavam escondidas no porta-malas do veículo. 
A informação acaba de ser confirmada ao site Repórter Beto Ribeiro, pelo delegado Tabajara Zuliani dos Santos. Acompanhe abaixo:

Sobre o crime

A Polícia Militar registrou um homicídio no início da noite de sexta-feira (29), no pátio do Posto Santana, localizado na Avenida Ângelo Franzini, na cidade de Araras (SP). De acordo com informações, um caminhoneiro de 45 anos, que leva combustível para o posto, levou cinco tiros, inclusive na cabeça por um homem que chegou no local com um Renault/Megane, desembarcou do veículo foi ao encontro do motorista e efetuou alguns disparos com ele em pé e quando o trabalhador caiu, ele efetuou mais um ou dois disparos, com a vítima no chão. 

Socorrido pela Unidade de Resgate

O caminhoneiro foi socorrido pela Unidade de Resgate, até o pronto socorro do Hospital São Luiz, mas, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O corpo de Márcio Rogério Gonçalves da Silva, que era casado e morava no Jardim Tarumã, foi levado para o IML – Instituto Médico Legal de Limeira (SP).
PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP