É #FAKE cronograma que mostra datas de vacinação contra a Covid-19 para todas as faixas etárias em SP

Mensagem falsa apresenta intervalos de idade e dias de início da imunização contra o coronavírus.

Circula nas redes sociais um cronograma com uma previsão de vacinação contra a Covid-19 para diversas faixas etárias em São Paulo. A mensagem mostra datas de imunização, de março até agosto, para a população entre 18 e 71 anos, dividida em diversos grupos. Há compartilhamentos que atribuem a informação ao Ministério da Saúde e outros ao governo do estado de São Paulo. A mensagem, porém, é #FAKE.

Não há, até o momento, dia certo de início da vacinação para todas as idades apresentadas na mensagem encaminhada em aplicativos de conversa. Procurado, o Ministério da Saúde informa que o cronograma é falso. A pasta explica que não estabelece cronograma prévio com as datas em que cada estado ou município devem fazer a vacinação. E ainda esclarece que “após a distribuição de doses feita pelo governo federal, estados e municípios têm autonomia para seguir a vacinação de acordo com a realidade local e, conforme o andamento da campanha, podem prosseguir ampliando a imunização dos grupos prioritários, sequencialmente, de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19”.

O governo do Estado de São Paulo também confirma que a mensagem não é verdadeira. Este é o cronograma de vacinação válido, neste momento, no estado de São Paulo:

Acima de 90 anos: desde 8 de fevereiro; 85 a 89 anos: desde 12 de fevereiro; 80 a 84 anos: desde 27 de fevereiro; 77 a 79 anos: desde 3 de março; 75 e 76 anos: desde 15 de março; 72 a 74 anos: desde 19 de março; 69 a 71 anos: a partir de 27 de março.

Para evitar filas e aglomerações durante a vacinação em São Paulo, é importante realizar o pré-cadastro no site www.vacinaja.sp.gov.br. Também vale se informar sobre como está a vacinação no município de residência, uma vez que as datas podem variar de uma cidade para outra.

São Paulo

O mês de março se tornou o pior desde o começo da pandemia em São Paulo. A oito dias de acabar o mês, o estado já contabilizou 9.130 mortes provocadas pela Covid-19. Nesta terça-feira (23), houve recorde de mortes registradas nas últimas 24 horas, com 1.021 óbitos confirmados.

No estado de São Paulo, as datas de vacinação têm sido divulgadas aos poucos e conforme a disponibilidade de doses. Até esta segunda-feira (22), pouco mais de 7% da população do estado recebeu a primeira dose e menos de 3%, a segunda. No mês passado, o governador João Doria informou que pretende vacinar toda a população do estado até o dia 30 de dezembro.

Brasil

A pandemia da Covid-19 no Brasil tem quebrado recordes de casos e mortes quase todos os dias. O Ministério da Saúde orientou que, a partir desta segunda-feira (22), os estados e municípios não devem mais reservar uma quantidade de vacina para a segunda dose – devem utilizar o estoque na primeira dose. A pasta também reduziu em quase 10 milhões a previsão de vacinas que serão entregues em abril, de acordo com novo cronograma disponível na plataforma “Localiza SUS”.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT