Educação: Programa SP Sem Papel chega às escolas da rede estadual

Cerca de 26 mil servidores do Estado já possuem o login e a senha para o acesso a documentos e assinaturas online.

Lançado em agosto deste ano na Secretaria da Educação do Estado, o Programa SP Sem Papel dá um passo importante rumo à universalização da digitalização. A partir desta segunda-feira (4), a iniciativa será ampliada para todas as escolas da rede estadual de São Paulo.

Nas últimas semanas, foram cadastrados cerca de 26 mil novos usuários nas escolas, entre diretores, vice-diretores, gerentes, agentes de organização escolar e secretários das unidades, que devem receber o login e senha de acesso no e-mail institucional. Os dados servem para acessar a “Mesa Virtual”, interface na qual todos os processos e trâmites serão exibidos.

Além do apoio dos servidores no processo de transição, a pasta preparou um ambiente virtual de aprendizagem, com treinamentos, tutoriais sobre o sistema e um ambiente de simulação, no qual todos podem criar e tramitar documentos fictícios para se adaptar ao novo sistema.

“Queremos que os servidores se sintam confortáveis para usar a ferramenta e entendam que esse é um passo primordial para a preservação do meio ambiente. Faremos também um acompanhamento dos processos e possíveis dúvidas que possam surgir na prática”, salienta Renilda Peres, chefe de gabinete da secretaria.

Padronização

Os servidores poderão ter acesso a arquivos com apenas um clique. Os documentos serão padronizados e as assinaturas serão digitais, como explica André Arruda, presidente da Prodesp, a companhia de processamento de dados do Estado.

“Todos os documentos serão padronizados, eliminando o problema que o trâmite de papéis pode ter. Além disso, também diminuiremos custos com o fim da impressão e do transporte de documentos”, afirma.