‘Ela saía com medo de encontrar com ele’, diz amiga de vítima de feminicídio em Limeira, SP

Micheli de Paiva Lima Goulart, vítima de feminicídio em Limeira — Foto: Reprodução/Facebook

Homem teria se escondido no porta-malas de um carro à espera da vítima, de acordo com relato de testemunha que presenciou o crime. Ele está foragido.

Uma amiga da Micheli de Paiva Lima Goulart, vítima de feminicídio em Limeira (SP) nesta terça-feira (20), disse que a mulher já recebia ameaças do ex-marido e que pretendia registrar um boletim de ocorrência em breve. Segundo ela, que preferiu não ter o nome revelado, a mulher tinha medo de encontrar com ele.

“Ela já tinha me falado que ele estava ameaçando […] Ela falou que na próxima ameaça que tivesse, ela ia fazer um boletim de ocorrência e ela estava com medo, e que ela estava saindo com medo de encontrar com ele”.

Micheli tinha 24 anos e foi morta a facadas na madrugada desta terça. O principal suspeito é o ex-marido dela, de 38 anos, que está foragido. O casal estava separado há cerca de dois meses e tinha uma filha de 2 anos.

clique na imagem e saiba mais

De acordo com uma amiga da vítima, elas estavam em uma casa de shows e, quando saíram do local, perceberam que o homem estava escondido no porta-malas. Ele então atacou a jovem com facadas e depois fugiu.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou instantes depois e confirmou a morte da jovem, que ainda estava dentro do carro. Até esta publicação, o suspeito ainda não tinha sido encontrado pela polícia, e a polícia faz buscas pela área de mata onde o crime aconteceu.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Limeira. Esse é o terceiro feminicídio que aconteceu na cidade este ano. O caso foi registrado na Delegacia Seccional de Limeira.

Homem teria se escondido no porta-malas de um carro à espera da vítima, de acordo com relato de testemunha que presenciou o crime — Foto: Arquivo pessoal