Em 1 ano, Brasil tem 95 mil casos de violência contra crianças e adolescentes

Family violence and aggression concept - furious angry man raised punishment fist over scared or terrified child boy sitting at wall corner

Um triste dado é que em 70% dos casos de violência contra crianças e adolescentes o agressor é o pai, o padrasto ou a mãe.

Em 2020, o Brasil teve quase 10 mil atendimentos e 1 mil denúncias de violações de direitos humanos por dia, considerando os serviços Disque 100 e Ligue 180.

Ao longo do ano, quase 350 mil denúncias relacionadas aos direitos humanos chegaram pelos canais do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). E cerca de 3,5 milhões de atendimentos foram realizados pelos serviços.

Ao todo, as denúncias resultaram em 1,4 milhão de violações de direitos humanos, isto é, qualquer fato que atente ou viole os direitos de uma pessoa. Uma denúncia pode contar com várias violações, como maus-tratos, tráfico de pessoas ou exploração sexual, por exemplo.

De acordo com a ministra Damares Alves, titular do MMFDH, com a pandemia causada pelo coronavírus, a Pasta trabalhou para aumentar as possibilidades de a população ter acesso ao Disque 100 e ao Ligue 180.

violência contra crianças e adolescentes foi motivo para mais de 95 mil denúncias registradas. As violências contra pessoas idosas somaram quase 88 mil registros. E as mulheres foram as maiores vítimas de violência, com 105 mil registros.

Um triste dado é que em 70% dos casos de violência contra crianças e adolescentes o agressor é o pai, o padrasto ou a mãe.

O Disque 100 e o Ligue 180 são serviços gratuitos para denúncias de violações de direitos humanos. No caso do Ligue 180, o foco são violações contra mulheres. Qualquer pessoa pode fazer uma denúncia pelos serviços, que funcionam 24h por dia, incluindo sábados, domingos e feriados.

Fonte: Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT