Em audiência, suspeito de ser ‘maníaco do Sandero’ revela ser portador de HIV

Ele é denunciado por pelo menos quatro crimes sexuais.

O suspeito de ser o ‘maníaco do Sandero’ prestou depoimento em uma audiência de custódia, na última sexta-feira (10), em Curitiba (PR). Ele é denunciado por pelo menos quatro crimes sexuais, todos praticados na capital. Ao ser questionado pela justiça se tinha algum problema de saúde, Guilherme Rabelo, de 36 anos, disse: “eu tenho uma doença no sangue, HIV”.

Preso desde o dia 8 de janeiro, o suspeito também disse ter uma extensa ficha criminal, com mais de 30 anos de condenação. “Ao todo, tenho passagens por furto, tráfico e uma tentativa de latrocínio”, revelou.

Ainda na audiência, ele citou que está namorando e tem um filho. “Trabalho em bar a noite e também com concerto de madeira. Namoro e tenho um menino de 12 anos que mora com a mãe dele”, afirmou. O caso está sendo investigado pela Delegacia da Mulher.

clique na imagem e saiba mais

Namorada

Enquanto Guilherme prestava informações à Justiça, a namorada dele era presa. A jovem, de 23 anos, é suspeita de acobertar os crimes praticados por ele. Na casa dela, em um flat, a polícia encontrou munições da arma apreendida com o maníaco.

Diz que foi agredido

O suspeito foi encaminhado à Delegacia da Mulher no momento da prisão. Na audiência, ele contou que foi agredido por policiais.

“Estou machucado, com a boca cortada por dentro. Pisaram em cima da algema, no meu pescoço, chutaram minha costela. Isso aconteceu na delegacia e no carro, com a Polícia Militar, por pelo menos dois policiais. Estavam em uns 10 mais ou menos”, relatou.

Ele será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar um laudo de lesões corporais.

Fonte: www.bandab.com.br