Em mensagem, ex de garota assassinada rejeita fim do namoro

PUBLICIDADE

Vai terminar comigo o c*’, disse em mensagem encontrada no celular dela. Juliana Fernandes Cândido tinha 19 anos e foi morta enquanto entrava no carro do pai em Pindamonhangaba (SP). 

A família da jovem que foi morta a tiros nesta quinta-feira (19) em Pindamonhangaba (SP) divulgou uma troca de mensagens encontrada no celular dela de uma conversa com o ex-namorado, principal suspeito pelo crime. Nela, ele se recusa a aceitar o término do namoro. “Vai terminar comigo o c*”, escreveu.

O crime foi registrado por uma câmera de segurança e mostra que Juliana Fernandes Cândido havia saído da aula e estava entrando no carro dirigido pelo pai dela quando foi surpreendida por um homem que atirou nela pelas costas. Após a troca de mensagens, ela enviou uma selfie a uma amiga chorando.

Crime

O pai de Juliana estava no carro e foi surpreendido pelos disparos. Ao sair para socorrer a filha, ela já estava morta. A família conta que sabia que ela tinha um relacionamento, conhecia o jovem, mas ela não havia comentado sobre o término. Os parentes souberam do fim da relação por amigos.

O irmão dela disse que a família não tinha conhecimento de comportamento suspeito do ex, que é o principal suspeito segundo a Polícia Civil. O suspeito já tinha sido detido por porte de arma.

Na noite desta quinta-feira a polícia fez buscas nos endereços do jovem, mas ele não foi encontrado. O corpo de Juliana foi velado e enterrado em Pindamonhangaba na tarde desta sexta-feira (20).

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP