Embaixadora de campanha global sobre mudanças climáticas tem 12 anos

Aos 12 anos de idade, a brasileira Brunna Sachs é a embaixadora da “Plant Based Treaty”, uma campanha global sobre mudanças climáticas sob a perspectiva da produção de alimentos.

O debate sobre mudanças climáticas atrai cada vez mais jovens. Preocupados com o futuro, eles desejam ser ouvidos e levados a sério desde agora. É o caso de Brunna Sachs, que tem apenas 12 anos, mas já é embaixadora de uma campanha global sobre o tema com foco na perspectiva da produção de alimentos e do veganismo.

Brunna, que é vegana desde os quatro anos de idade por vontade própria, é a primeira brasileira a fazer parte da Youth Climate Save, uma organização jovem do Movimento Save, com ênfase na ligação entre a pecuária e as mudanças climáticas.

“O planeta está enfrentando uma devastação irreversível e cabe a todos nós fazer a diferença e garantir que as gerações futuras realmente tenham um futuro”, diz Brunna.

O movimento acaba de lançar a campanha “Plant Based Treaty“, da qual Brunna é embaixadora. O objetivo é pressionar governos de todo o mundo a negociarem um acordo global comprometido em tornar a produção de alimentos mais sustentável e saudável. O alerta é para as emissões de dióxido de carbono, metano e óxido nitroso (três principais gases do efeito estufa) oriundos da produção de carne, ovos e laticínios.

De acordo com especialistas e coordenadores da campanha, a transição para uma dieta baseada em vegetais é a única forma de atingir as metas do Acordo de Paris e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, já que apenas a redução de combustíveis fósseis não será suficiente para limitar o aquecimento global abaixo de 1,5ºC.

A campanha “Plant Based Treaty” tem como meta alcançar ao menos 10 milhões de pessoas, 10 mil organizações, 10 mil empresas e 50 cidades até 2023, quando será realizado o balanço global sobre o progresso do Acordo de Paris.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT