Encceja 2019 recebe mais de 28 mil inscrições de reeducandos

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Número de participantes superou em 18% o registrado em 2018; exame para obtenção de certificado vale para ensinos Fundamental e Médio.

O número de presos custodiados pelo Estado de São Paulo inscritos neste ano no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) aumentou 18% em relação a 2018. Foram 28.146 participantes ante 24.035 no ano anterior. Nesta modalidade, é possível conquistar a elevação de escolaridade, certificando o Ensino Fundamental ou Médio, dependendo do nível de ensino que o participante está inserido.

O Encceja é um exame voluntário, gratuito e destinado a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada para os ensinos Fundamental e Médio. A avaliação é aplicada anualmente em presídios e unidades socioeducativas de todo o Brasil pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), vinculado ao Ministério da Educação. As inscrições foram feitas pelos responsáveis pedagógicos de cada unidade prisional ou socioeducativa.

O exame ocorrerá em 8 e 9 de outubro. Será certificado o participante que atingir o mínimo de 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e atingir o mínimo de cinco pontos na prova de redação. Os responsáveis pedagógicos também ficam com a missão de acessar os resultados e pleitear a certificação dos inscritos nas suas unidades específicas.

Cada unidade prisional e socioeducativa conta com um responsável pedagógico para representar os participantes na inscrição e certificação. Ele é o responsável pela inscrição e por repassar todas as informações necessárias aos participantes. É necessário que os interessados em fazer a inscrição Encceja PPL 2019 tenham idade mínima de 15 anos de idade (para obter certificado de Ensino Fundamental) ou de 18 anos (para garantir a certificação de Ensino Médio).