Entrada de turistas na represa do Broa está proibida durante o feriado prolongado em Itirapina, SP

Fiscalização será realizada para evitar aglomerações. Moradores poderão entrar, mas também estão proibidos de frequentar a praia, sob pena de multa de mais de R$ 500.

Devido à pandemia do novo coronavírus, a entrada de turistas está proibida na represa do Broa, em Itirapina (SP), durante o feriado prolongado de 7 de setembro. A prefeitura irá realizar uma operação, em conjunto com a Polícia Militar, Defesa Civil e Vigilância Sanitária.

As equipes de fiscalização ficarão na entrada do Balneário Santo Antônio para barrar o acesso de pessoas que não forem moradoras ou não tiverem propriedade no local. Contudo, mesmo morador, caso sejam flagrados na orla, estarão sujeitos a multa de R$ 552,20.

clique na imagem e saiba mais

Moradores e acompanhantes

Com o calor, só na semana passada, a prefeitura registrou mais de 200 carros estacionados na orla. Segundo o chefe da divisão de defesa, Wendel De Oliveira Leite, só será permitido a entrada de moradores do Balneário e, para isso, é necessário apresentar a carteirinha que eles possuem para comprovar a propriedade no local.

“Ele apresenta a carteirinha e tem acesso ao Balneário. Com os seus convidados, ele terá que assinar um termo [de ciência e responsabilidade] deixando seu nome, seu RG e seu CPF, assim como nome e RG de cada ocupante do veículo que ele está liberando”, explicou.

Mas, mesmo quem puder entrar, não poderá frequentar a orla. Se qualquer veículo ou pessoa for pego, essa pessoa será autuada, assim como o proprietário que a liberou também será autuado e multado.

“Lembrando que se o proprietário liberar, por exemplo, dois veículos e os dois forem pegos na praia, esse proprietário responderá por duas autuações, porque temos dois veículos que estão descumprindo o decreto”, completou Leite.