Equipe de Força Tática participa do programa MANHÃ TOTAL e fala sobre a modalidade de patrulhamento em Araras, SP

PUBLICIDADE

A modalidade de patrulhamento foi criada no dia 31 de Março de 1998 conforme Diretriz PM3-001/02/98 de 31MAR98.

Na manhã desta segunda-feira (30), os policiais militares soldado Casemiro e soldado Consoni, estiveram participando do programa MANHÃ TOTAL, onde durante entrevista ao repórter Beto Ribeiro, falaram sobre os trabalhos da Força Tática, que é uma modalidade de policiamento tático ostensivo da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Assista abaixo:

O patrulhamento tático ostensivo realizado pela Força Tática se baseia em uma equipe de 3 homens (Quatro durante uma operação de choque, ou caso haja um estagiário na equipe), sendo composta por um Tenente, Sub-tenente, ou Sargento como comandante da equipe, e por um cabo ou soldado designado como motorista da viatura, e por outro cabo ou soldado como auxiliar da equipe, também referido como segurança da equipe.

PUBLICIDADE

As equipes de Força Tática são responsáveis por realizar o patrulhamento tático ostensivo nas áreas onde o nível de criminalidade é mais elevado. Também realiza operações de CDC (Controle de Distúrbios Civis), resgate de reféns, sequestros, execução de mandados prisão e manutenção da ordem pública.

A Força Tática foi instituída pelo Coronel PM Carlos Alberto de Camargo, comandante geral da PMESP na época, após mudanças na política interna da Polícia Militar de São Paulo, que acabaram por decidir pela extinção do Patrulhamento Tático Móvel.

A modalidade de patrulhamento foi criada no dia 31 de Março de 1998 conforme Diretriz PM3-001/02/98 de 31MAR98, ao se extinguirem as companhias administrativas dos batalhões da PMESP, que eram responsáveis por administrar os batalhões, e realizar reparos em viaturas e armamentos das demais companhias anexas ao batalhão. O investimento inicial na época foi de R$ 5,7 milhões, na compra de 183 viaturas Chevrolet Blazer. 

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP