Equipes de Força Tática apreendem caminhonete por suspeita de receptação e detém procurado pela Justiça em Leme, SP

 

No início da noite de segunda-feira (24) os policiais militares sargento Nelson, sargento Picoli, cabo Doniseti, soldado Oliveira e soldado Bagatin, estavam em patrulhamento de Força Tática pelo município de Leme (SP), quando avistaram uma caminhonete VW/Amarok, sentido bairro Empyreo. Equipes sob o comando do capitão Nigra.

O condutor ao notar a presença das viaturas demonstrou nervosismo chamando a atenção das equipes, sendo abordado de imediato sob a fundada suspeita de trazer algo de ilícito. Durante a abordagem foi realizada busca pessoal, mas nada de ilícito localizado, posteriormente realizamos busca veícular e ao ser utilizado o Raster no sistema de módulo do veículo, foi constatado que o chassi do sistema é diferente do chassi do veículo e ao ser pesquisado os chassis, foi constatado que o chassi do módulo é produto de roubo pela cidade de São Paulo, no dia 04/03/2016.

clique na imagem e saiba mais

O indivíduo identificado como Leandro foi indagado sobre a procedência da caminhonete, declarando que comprou em Rio Claro (SP), pelo valor de R$80.000,00 (oitenta mil reais) via transferência bancária no dia 02/07/2020, ficando com a caminhonete no mesmo dia. Declarou ainda que o veículo passou na vistoria na empresa ” Vistori” para transferência de documento.

O caso foi apresentado no plantão da Central de Polícia Judiciária, onde autoridade presente fez a apreensão do veículo para perícia, realizando o registro de um boletim de ocorrência de receptação/averiguação, liberando logo em seguida.

Captura de Procurado

Após a finalização do caso de averiguação de receptação, as equipes voltaram ao patrulhamento de Força Tática, e na madrugada desta terça-feira (25), pelo Jardim Eloisa, avistaram um indivíduo conduzindo um veículo VW/Golf, que ao notar a presença da viatura policial desmontrou um certo nervosismo e de pronto foi abordado.

Em busca pessoal nada de ilícito foi encontrado, porém ao ser indagado se havia ingerido bebidas alcoólicas, informou aos policiais ter ingerido diversas bebidas e que se recusaria a realizar o teste de etilômetro. Ao ser realizada a consulta, via PRODESP, foram constatadas várias passagens criminais nos artigos 157,155 entre outras e que sobre o averiguado recaía um mandado de prisão pelo artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro.

O mesmo foi conduzido até a Santa Casa para realização de exame de corpo de delito, posteriormente ao plantão da Central de Polícia Judiciária, onde após ser ouvido pela autoridade presente, permaneceu a disposição da Justiça.