Estelionatário é preso após tentar dar uma carteirada em policiais militares, se passando por Promotor de Justiça

As investigações prosseguem para identificar outras vítimas do 171.

Um estelionatário de 40 anos, que vinha aplicando golpes se passando por Juiz, Promotor de Justiça e Auditor Fiscal foi preso após tentar dar uma carteirada em policiais militares, na tarde de quarta-feira (16), no interior de São Paulo. 

Segundo informações da Polícia Civil, o acusado saiu de Ribeirão Preto (SP), e foi até o município de Serra Azul (SP), onde acionou a PM através do telefone “190”, dizendo ser o Dr Wanderley Trindade (Promotor de Justiça), e que precisava de uma viatura para conter uma suposta aglomeração na cidade. 

De acordo com o sargento Alberto da PM, ao ser comunicado do fato – entrou em contato com o Dr Wanderley, e perguntou se ele estava pela cidade, foi quando os policiais descobriram que se tratava de um golpe. A ocorrência foi levada para Delegacia da Polícia Civil – e os policiais civis do DEIC de Ribeirão, foram acionados – pois, já estavam investigando o estelionatário. 

62 Boletins de Ocorrência por estelionato

De acordo com o Dr Diógenes Santiago Netto – Delegado adjunto da 2ª DISE/DEIC do Deinter 3, contou – que contra o estelionatário existe um inquérito Policial tramitando pelo DEIC de Ribeirão Preto. Inclusive, semana passada, o golpista foi até uma loja de grife masculina no Centro da cidade, se passando por Juiz de direito, efetuou uma compra avaliada em mais de R$ 1 mil, dizendo que o judiciário pagaria a conta depois. “Ainda de acordo com a autoridade Policial do DEIC, existem ocorrências também no Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro – onde já teria sido preso.” Concluiu o Dr Diógenes. 

Durante a prisão foram apreendidos, um veículo de uma locadora (que o golpista alugou e não devolveu), as roupas compradas de uma loja de grife em Ribeirão, uma funcional vermelha de Juiz, distintivo de Juiz, documentos falsos além de um computador (que será periciado). 

O golpista prestou depoimentos em Serra Azul, posterior foi conduzido para sede da DISE na rua Duque de Caxias no Centro de Ribeirão Preto – sendo encaminhado para o presídio de Santa Rosa de Viterbo (SP). As investigações prosseguem para identificar outras vítimas do 171.

Fonte: https://xtudoribeirao.com.br/2021/06/17/estelionatario-e-preso-apos-tentar-dar-uma-carteirada-na-pm-de-serra-azul-se-passando-por-promotor-de-justica/

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT