Ex-garçonete envolvida em roubo a restaurante de comida japonesa é presa pela Polícia Civil

A mulher de 35 anos estava foragida desde o ano passado, após roubo do escritório administrativo.

Na tarde desta sexta-feira (08), a DIG – Delegacia de Investigações Gerais, prendeu a 03º participante de um roubo que ocorreu no dia 26/10/2020, a uma rede de restaurantes de comida japonesa em Americana (SP).

A mulher de 35 anos estava foragida desde o ano passado, após roubo do escritório administrativo de uma rede de restaurantes de comida japonesa em Americana, em que foram levados dinheiro, celulares e joias do proprietário do local.

Durante as investigações, o assaltante foi visto postando uma fotografia nas redes sociais com as joias que foram roubadas naquele dia. A partir desta foto, foi realizado procedimento de reconhecimento fotográfico do autor do roubo na sede da DIG de Americana, sendo decidido junto ao poder judiciário, pela prisão temporária do assaltante.

clique na imagem e saiba mais

Ainda durante as investigações, foi apurado que o gerente de uma das unidades dos restaurantes foi o “mentor intelectual” da ação criminosa, fornecendo o endereço que deveria ser roubado e a data em que haveria dinheiro no local e outras informações privilegiadas que ele possuía.

Em 13/11/2020 o primeiro assaltante foi preso, sendo o que foi ao escritório e realizou o roubo propriamente dito. Em 19/11/2020 foi preso o “gerente ladrão”, que era o mentor intelectual da ação criminosa.

Durante a prisão do gerente, foi apurada a suposta participação de uma garçonete do estabelecimento, que teria cooperado com o gerente para planejar o assalto. Hoje (08/01/2021) , por volta das 14h, a ex-garçonete foi presa de forma preventiva no endereço de parentes no Parque da Liberdade.

Ela estava foragida desde o final do ano passado. Após serem adotadas as medidas de Polícia Judiciária, a capturada foi submetida a exame cautelar e escoltada à Cadeia Feminina de São Bernardo em Campinas (SP).