Exportação de carne de frango do Brasil cai em junho ante 2016, mas sinaliza recuperação

Em relação a maio, o desempenho em toneladas foi 6,2% superior

As exportações totais de carne de frango somaram 371,5 mil toneladas em junho, queda de 9,8%ante igual mês do ano passado, mas cresceram na comparação com maio, sinalizando uma recuperação após impactos da operação policial Carne Fraca, afirmou nesta terça-feira (4) a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

“Apesar da queda nos volumes embarcados em junho, é notável uma expressiva retomada do ritmo das vendas desde os impactos decorrentes dos equívocos da divulgação da Operação Carne Fraca”, disse em comunicado o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

clique na imagem e saiba mais

Em relação a maio, o desempenho em toneladas foi 6,2% superior, enquanto na comparação com abril, imediatamente após a operação, os embarques de junho deste ano apresentaram elevação de 15,1%, ressaltou Turra.

O Brasil é o maior exportador global de carne de frango.

Em receita, as exportações em junho caíram 6,4% ante o mesmo mês do ano passado, para US$ 619,5 milhões.

No primeiro semestre, os embarques de carne de frango cresceram 5,9% em receita, para US$ 3,585 bilhões. Quanto ao volume, houve retração de 6,4%, para 2,121 milhões de toneladas.

Carne suína

Ainda segundo a ABPA, as vendas de carne suína in natura atingiram 54 mil toneladas em junho, aumento de 1,3% frente as 53,3 mil toneladas de um ano atrás.

No desempenho cambial, as vendas no mês passado foram de US$ 141,5 milhões, avanço de 25,2% no ano.

No semestre, os embarques do setor totalizaram 293,7 mil toneladas, queda de 2,5%. Em receita, houve acréscimo de 29,1%, com US$ 740,3 milhões.

Fonte: G1